Adolescente que matou a mãe com 30 facadas diz que “não se arrepende” e que “faria tudo de novo”


Frio e calculista. Foi assim que oficiais da Polícia Militar taxaram a ação do adolescente de 15 anos que assassinou a própria mãe com aproximadamente 30 golpes de faca peixeira na tarde desta segunda-feira (23), no bairro do Bodocongó, em Campina Grande.

De acordo com o sargento Ednaldo Bezerra, que realizou a apreensão do acusado, o mesmo foi abordado enquanto fugia da população revoltada que buscava linchá-lo. Ainda segundo a autoridade policial, o adolescente confirmou a autoria do assassinato e, na Central de Polícia de Campina Grande, afirmou que o crime foi motivado por uma suspeita de que Viviane Rodrigues de Souza, de 31 anos, tenha tido participação ativa no assassinato de seu pai, há aproximadamente 6 anos.

O cabo R. Vieira, que esteve na cena do crime e também participou da apreensão do acusado, afirmou que o assassinato aconteceu em frente a uma criança de 5 anos, filha da vítima e irmã do jovem. O indivíduo, que é usuário de drogas desde os 11 anos, afirmou ainda que não estava sob efeito de entorpecentes no momento do crime, alegando, de acordo com o oficial, que “não se arrepende do crime” e “que faria tudo novamente”.

Noticias Online PB

Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook