QUINZE: 15 pessoas que estiveram com Bolsonaro nos EUA têm coronavírus

Chegou a 15 nesta terça-feira (17) o número de pessoas que participaram da viagem do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos na semana passada e agora estão com o coronavírus.

Nesta terça, o exame de contraprova realizado pelo deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC) resultou positivo. Na última quinta-feira (12), ele havia feito um teste que deu negativo.

Segundo a assessoria, Freitas está assintomático, mas se mantém em isolamento em Brasília nos últimos dias. A assessoria informou que, nos Estados Unidos, Freitas teve contato com o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, o primeiro a ter constatada contaminação pelo coronavírus.

Os 15 contaminados que integraram ou tiveram contato com a comitiva de Bolsonaro nos EUA são os seguintes:

Daniel Freitas, deputado federal

Flavio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais (Fiemg)

Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia

Robson Braga de Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República

Nelsinho Trad (PSD-MS), senador

Nestor Forster, encarregado de negócios do Brasil nos Estados Unidos

Samy Liberman, secretário Especial Adjunto de Comunicação Social da Presidência

Francis Suarez, prefeito de Miami

Sérgio Lima, publicitário que trabalha com a família Bolsonaro na criação do partido Aliança pelo Brasil

Karina Kufa, advogada de Jair Bolsonaro

quatro integrantes da equipe de apoio da comitiva

Bolsonaro sem vírus

O teste de Jair Bolsonaro deu negativo, mas o Ministério da Saúde recomendou que o exame seja refeito na próxima semana. Enquanto isso, a recomendação é para que Bolsonaro siga em "monitoramento".

Neste domingo, Bolsonaro quebrou a recomendação de cautela e participou de um ato a favor do governo e com críticas ao Judiciário e ao Legislativo. Ele chegou a apertar a mão de apoiadores em frente ao Palácio do Planalto.

Bolsonaro sobre manifestação: ‘Se eu me contaminei, é responsabilidade minha'

Na quinta (12), após o anúncio do diagnóstico positivo de Wajngarten, outras autoridades que também viajaram no avião presidencial ou se encontraram com a comitiva nos EUA deram início a uma rodada de testes.

A maior parte teve resultados negativos. Estão nesta lista o presidente Jair Bolsonaro, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), e os ministros Bento Albuquerque (Minas e Energia), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Ernesto Araújo (Relações Internacionais).


fonte: G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook