OPERAÇÃO CONEXÃO: PMs integram quadrilha que planejava matar delegado e oficiais

Vinte e cinco pessoas, entre elas um cabo e um sargento da Polícia Militar, foram presas na manhã desta quinta-feira (22) durante a Operação Conexão, deflagrada pelas polícias Civil e Militar para desarticular uma organização criminosa envolvida com tráfico de drogas, homicídios, ataques a instituições financeiras e outros crimes patrimoniais no Cariri e Sertão da Paraíba.

De acordo com o delegado Cristiano Jacques, de Monteiro, a quadrilha planejava assassinar um delegado da Polícia Civil e dois oficiais da Polícia Militar. Os nomes dos profissionais de segurança não serão divulgados. Os policiais militares envolvidos na organização criminosa são lotados nos municípios de Manaíra e São Bento.

Mandados de busca e apreensão, prisão temporária e prisão preventiva são cumpridos nos municípios paraibanos de Sumé, Serra Branca, Monteiro, Mulungu, Água Branca , Imaculada Juru, Princesa Isabel, Catolé do Rocha e Patos. Há ainda uma ordem judicial a ser cumprida no estado de São Paulo.

Participam da Operação Conexão cerca de 240 policiais das Regiões Integradas de Segurança Pública (Reisp) de Campina Grande e Patos, com reforço de cães farejadores e de viaturas de resgate e busca e salvamento do Corpo de Bombeiros.
Foram apreendidas armas de fogo, cocaína e dinheiro.

A operação seguia em curso até o fechamento desta matéria, por isso as autoridades não haviam divulgado o balanço com números exatos das apreensões.
Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook