João Azevedo defende nome de Rosas na presidência do PSB

O governador João Azevedo (PSB) declarou, nesta segunda-feira (12), que não vê problema algum na manutenção do secretário Edvaldo Rosas na Presidência Estadual do PSB. O gestor disse acreditar que Rosas pode conciliar a função política com o cargo de secretário Chefe do Governo, para o qual foi nomeado no início do mês.

A declaração foi dada durante a solenidade de assinatura da licitação das obras de manutenção da Vila Olímpica Parahyba e lançamento da programação alusiva ao Mês da Juventude.

Durante o evento, o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Barbosa, e o secretário da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel-PB), deputado licenciado Hervázio Bezerra, ambos filiados ao PSB, saíram em defesa da permanência de Edvaldo Rosas como comandante do partido no Estado.

O deputado Ricardo Barbosa deixou claro que é absolutamente contrário a substituição de Edvaldo Rosas da Presidência Estadual do PSB. Ele afirmou que a possível saída de Rosas, de forma abrupta, não expressa a conduta nem a linha de autuação do partido, ao longo dos tempos. “Eduardo Rosas tem um mandato que só termina no final do ano que vem. Ele [Rosas] vem fazendo um excelente trabalho de fortalecimento e crescimento de nossa agremiação partidária”, ressaltou.

Barbosa destacou que o PSB da Paraíba é o que mais cresceu no Brasil. “Temos a maior bancada na Assembleia, o maior número de prefeitos no Estado, um deputado federal e um governador eleito no primeiro turno”, lembrou. O parlamentar acrescentou que o dirigente tem uma contribuição absolutamente proativa. “Nós seremos defensores explicitamente de sua permanência contra qualquer forma de mudança que possa ser colocada ao longo dessa caminhada”, avisou.

Já o secretário Hervázio Bezerra comentou que, como membro da Executiva Estadual do PSB, até agora não foi consultado e sequer recebeu um telefonema a respeito desse assunto. Para Hervázio, o que houve na verdade foi simplesmente a inserção de Rosas para uma posição de destaque no Governo e a manifestação extremamente legítima das deputadas estaduais, Cida Ramos e Estela Bezerra.

“Mas para que isso venha a ocorrer, obviamente, passa por uma reunião da Executiva, ouvindo inclusive a militância. Eu, particularmente, respeitarei qualquer decisão. Agora, nós temos que ter, primeiramente, reconhecimento e, acima de tudo, respeito ao nosso companheiro Edvaldo Rosas, que é um dos principais responsáveis pelo fortalecimento e reestruturação do partido em âmbito estadual”, comentou o secretário.


Paulo de Pádua
Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook