Alunos devem ficar alertas para golpes em emissão de carteiras estudantis

Os alunos das escolas públicas e privadas da Capital devem ficar alertas na hora de solicitar e pagar a carteira de estudante em locais não autorizados. O alerta foi divulgado nesta segunda-feira (12) pelo Procon-JP, após denúncias de que entidade não habilitada estaria emitindo o documento do passe estudantil. As entidades habilitadas pelo órgão poderão emitir o documento que dá direito à compra da meia-passagem para o transporte público no âmbito de João Pessoa. 

Esse ano nove entidades estudantis foram habilitadas entre elas: Ulesp, UEEP, UEP e UPES/PB. As universitárias são: CUC, UEE, DCE Nassau, DCE IFPB  e DCE Unipê. Todas elas podem emitir o documento, que servirá tanto para a compra da meia-passagem quanto para a meia-entrada em eventos artísticos e desportivos. Os alunos também têm a opção de comprar a meia-passagem com declaração da instituição de ensino.

De acordo com Helton Renê, diretor do órgão, a prerrogativa para a habilitação das entidades que emitem o documento estudantil é do Procon-JP. "Entidades que não foram habilitadas pelo Procon-JP, estaria emitindo o documento estudantil. Ele pode até emitir a carteira, mas apenas para a meia-entrada em eventos, não para compra da meia-passagem", esclareceu. 

Os estudantes que fizeram a carteira com uma entidade não habilitada podem requerer o ressarcimento do pagamento pela emissão do documento.
Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook