Secretaria da Saúde realiza Seminário do Programa de Saúde na Escola

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES) está realizando o 1° Seminário do Programa de Saúde na Escola (PSE) em Temas Transversais para Saúde e Educação. O evento, que teve início nesta segunda-feira (12), acontece em João Pessoa, na Escola Técnica Estadual de João Pessoa, em Mangabeira, e terá seu encerramento nesta terça-feira (13).



O Seminário é voltado para profissionais que atuam na Atenção Básica e professores do ensino fundamental e médio, ambos da rede municipal e estadual, que estejam comprometidos com o desenvolvimento das ações do PSE. Seu objetivo é trazer a perspectiva do uso de metodologias ativas para o desenvolvimento das ações direcionadas ao público infanto-juvenil das escolas públicas da Paraíba.



De acordo com a técnica da Gerência Operacional de Atenção Básica em Saúde, Aislany Moura, a importância desse encontro é o fortalecimento da relação entre saúde e educação, por meio dessa articulação intersetorial. “É estruturante a questão da saúde por dentro da escola, pois é ali que se forma o cidadão, é onde se cria a consciência política. Por isso estamos colocando temáticas voltadas para a sexualidade, o meio ambiente, para a vida social. É de suma importância que o alunado tenha essa consciência”, comentou.



Para o representante do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems), Anderson Dias, é preciso trabalhar cada vez mais em defesa das políticas necessárias para a atenção básica e para a população. “Na conjuntura em que estamos hoje, se torna mais necessário fazer fortalecer o PSE e as ações junto da comunidade e junto do público escolar. Cada um que está presente aqui tem sua importância, e uma grande valia, na agenda em defesa da construção da saúde e da educação, e a relação das duas, cada vez mais forte”, pontuou.



A secretária executiva da Saúde, Maura Sobreira, explica que a SES, ao longo dos anos, tem desenvolvido várias ações junto com a educação. “Existe um grupo de trabalho nessas duas áreas. Percebendo algumas fragilidades de discussão de temas de forma transversais aos componentes obrigatórios que são trabalhados em sala de aula, se achou oportuno realizar esse evento. Queremos que a educação seja reconhecida como política estruturante para a formação de jovens e de cidadãos mais conscientes e que a saúde seja efetivamente fortalecida”, completou.
Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook