VEJA O VÍDEO: Herança pode ter motivado morte de cabo da PM em João Pessoa

A polícia informou que a vítima, o cabo André Pereira, estava afastado das atividades para tratamento psicológico e não tinha permissão para o uso de armas

Um soldado está sendo acusado de matar um cabo da Polícia Militar (PM) com dois tiros, na noite dessa segunda-feira (5), em João Pessoa.

Segundo a polícia, o cabo André Pereira era casado com a prima do soldado Tavares, que de acordo as investigações, os parentes disputam a herança de um apartamento, no bairro de Manaíra, onde aconteceu o crime.

O delegado da Polícia Civil, Reinaldo Nóbrega, afirmou, após uma perícia que durou mais de duas horas, que a vítima não teve dificuldades de entrar no local. “Não havia sinais de arrombamento e testemunhas afirmam que os dois discutiram. O cabo foi atingido por dois disparos e caiu, já sem vida, entre a cozinha e a área de serviço do apartamento”, disse.

A polícia informou que a vítima, o cabo André Pereira, estava afastado das atividades para tratamento psicológico e não tinha permissão para o uso de armas.

De acordo com o Comandante da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar, a qual o atirador é lotado, o próprio soldado ligou informando o acontecido e que agiu por legítima defesa.



Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.