SUMÉ: Prefeito fecha Escola Rural em Sumé e crianças se deslocam 40 km para estudar

O deputado Benjamin Maranhão (SD) utilizou a tribuna na Câmara Federal, nesta terça-feira (20), para denunciar o fechamento de escolas rurais por parte do prefeito de Sumé, Éden Duarte. “Eu pergunto se prefeito queria que seus filhos se deslocassem numa estrada perigosa, sem um devido acompanhamento, por 40 quilômetros todos os dias para estudar?”, questionou, acrescentando que essa é a situação que passam as famílias dos trabalhadores rurais que tinham filhos em uma das escolas fechadas.

Benjamin contou que foi visitar a comunidade rural Mandacaru para inspecionar a aplicação de emendas de sua autoria na construção de sete poços e de um sistema de abastecimento de água. Lá foi informado do fechamento da escola que atendia 60 crianças com idades entre 4 e 11 anos daquela comunidade. Ele recebeu ainda um manifesto assinado por 133 famílias contra o ato do prefeito.

De acordo com o parlamentar, as escolas rurais são importantes, porque fazem com que as crianças venham a se acostumar com o meio rural e se fixar na sua comunidade. “Quando você fecha uma escola dessas, você faz com que as pessoas cada vez mais se desliguem do campo e venham a pensar em morar na cidade. Um dos grandes problemas do Brasil hoje é o êxodo rural principalmente no Nordeste”, argumentou.

“Então, eu estou pegando esse manifesto das famílias da comunidade Mandacaru em relação ao fechamento da escola. Vamos encaminhá-lo até a Procuradoria Federal, para que tome as devidas providências contra essa arbitrariedade”, finalizou Benjamin.





Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.