Preço de material escolar pode variar até 445,83% em livrarias de João Pessoa, alerta Procon-PB

Janeiro é o mês de realizar as compras do material escolar. Em virtude disso, o setor de pesquisa da Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB) divulgou na tarde desta quinta-feira (4) uma pesquisa comparativa de preços de itens de material escolar para auxiliar os pais na hora da compra. A maior variação foi de 445,83% no apontador duplo da Tris (Su652) com diferença de R$ 5,35.

O objeto pode ser encontrado de R$ 1,20 na Livraria Nordeste até R$ 6,55 na Livraria Arco-íris, ambas no Centro. Já o giz de cera Tris (684321) da marca Meu Primeiro de 12 unidades varia em 160,91%, diferença de R$ 8,85. De R$ 5,50 na Casa do Colegial da Torre até R$ 14,35 na Livraria Arco-íris no Centro.

A pesquisa foi realizada na terça-feira (2) em cinco estabelecimentos de João Pessoa e coletados os preços de 306 itens escolares entre: pacotes de papel de 500 e 100 folhas, apontador (lapiseira), borrachas, corretivo, caneta hidrográfica de colorir, lápis de colorir, giz de cera, cola bastão, cola branca, cadernos cada dura e espiral de 10 matérias, 12 matérias e 16 matérias; caderno capa dura de uma matéria, marca texto, papel crepom simples e parafinado; papel laminado, papel camurça e tesoura escolar sem ponta.

O item que apresentou maior diferença em valor absoluto, de R$ 40,89, foi o caderno capa dura com espiral de 16 matérias (320 folhas) do tema Jolie, uma variação de 112,92%. De R$ 36,21 na Livraria Legal no Centro até R$ 77,10 na Livraria Arco-íris no Centro. Lápis de colorir, caixa da Faber Castell com 24 unidades, apresenta diferença de R$ 14,90 com variação em 41,27%. De R$ 36,10 na Livraria Arco-íris do Centro até R$ 51 na Livraria Nordeste do Centro. A resma de folha ofício A4 de cor branca, da marca Report, varia em 17,32% e difere em R$ 3,10. De R$ 17,90 na Livraria Legal do Centro até R$ 21 na Casa do Colegial do Centro.

Dicas – O Procon-PB recomenda pesquisa e atenção na hora de comprar o material escolar dos filhos. Para ajudar os pais, a autarquia preparou seis dicas para melhor comprar com sucesso e economizar sem abrir mão dos itens que as crianças necessitam. Confira as orientações essenciais:


1 – Compre com outros pais: Procure conversar com outros pais e tentar fazer a compra em conjunto, pois, assim, a probabilidade de conseguir preços menores aumenta.

2 – Reaproveite, sempre que possível: Junte o material escolar do ano anterior e veja a possibilidade de reutilizá-los. É possível ainda reaproveitar livros didáticos do filho mais velho para o mais novo, se for o caso.

3 – Faça uma lista: Faça uma lista do que precisa comprar para não se perder e acabar rendendo-se aos impulsos consumistas. Nas listas solicitadas pelas escolas não devem constar produtos que não sejam para uso especifico do aluno. O colégio não pode pedir material de expediente como álcool, tinta para impressora, papel higiênico etc.

4 – Converse com os filhos: Antes de sair às compras, converse com seus filhos explicando a situação em que a família se encontra e o quanto poderão gastar com os materiais.

5 – Negocie descontos: Quando estiver na loja, seja sincero e explique ao vendedor de forma clara o que você precisa, buscando sempre a melhor opção de pagamento. Sempre pergunte o valor dos produtos à vista para conseguir bons descontos.

6 – Exija a Nota Fiscal: Exija sempre a Nota Fiscal discriminada de todo e qualquer produto que comprar. Ela é a garantia em caso de troca, devolução e para reclamar seus direitos; Caso decida adquirir material escolar importado, além da Nota Fiscal e de todas as exigências aplicadas aos nacionais, devem conter informações precisas em língua portuguesa, prazo de validade, identificação e o endereço do importador.

Em caso de dúvidas, o consumidor deve se dirigir ao Procon mais próximo, acessar o site http:// procon.pb.gov.br ou ligar 151.

Compartilha via Whatsapp

Sobre TV AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook