Operação Voo Livre: Polícia resgata 31 aves silvestres e detém suspeito em Santa Rita

O Batalhão de Polícia Ambiental deflagrou, no início da manhã desse sábado (13), a operação Voo Livre, que ocupou a feira do centro da cidade de Santa Rita e resgatou  31 animais silvestres que estavam sendo comercializados no local. Um homem foi detido em flagrante e encaminhado para a 6ª Delegacia Distrital. Além de ser autuado por crime ambiental, o suspeito foi multado, com um total de R$ 3,5 mil por comercializar irregularmente sete aves silvestres das que foram apreendidas durante a operação.

As espécies resgatadas na operação, que faz parte das atividades de combate aos crimes ambientais, são caboclinho, sanhaço, corda negra, tiziu, papa-capim, canário da terra e golado. Os animais serão levados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Cabedelo, e depois devolvidos à natureza.

O comandante do Batalhão de Polícia Ambiental, major Cristóvão Lucas, disse que as operações desencadeadas nas feiras livres vêm sendo responsáveis por inibir o comércio de animais silvestres no Estado. “E vão continuar, pois temos o objetivo de desarticular esses pontos de comercialização que alimentam um mercado criminoso e lucrativo com a venda de aves silvestres, muitas delas com risco de desaparecer da fauna brasileira, então iremos apertar o cerco ainda mais”, disse.

SECOM PB
Compartilha via Whatsapp

Sobre TV AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook