Superintendente da STTP explica porque ônibus deixarão de aceitar pagamento em dinheiro à noite em Campina

Os passageiros de ônibus coletivos de Campina Grande só poderão usar o serviço, durante a noite, se tiverem o cartão de passagem. A medida foi confirmada nesta terça-feira, 12, durante o programa “Alô, Prefeito!”, da rádio Caturité, pelo superintendente da STTP (Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos) Félix Araújo Neto. Com isso, os motoristas não aceitarão o pagamento da passagem em dinheiro em espécie a partir das 20h.

A grande meta, segundo ele, é reduzir a movimentação de dinheiro no interior do ônibus para evitar roubos. “O bandido, sabendo que não circula dinheiro, não tem mais o interesse de roubar”, disse ele.

Inicialmente, a medida vai valer das 20h até o fim da noite, mas ressaltou que se trata de um projeto piloto, criado não por iniciativa do órgão que dirige, mas a partir de “uma provocação do Conselho Municipal de Transportes Públicos de Campina Grande”, integrado por diversos órgãos e representantes da própria coletividade.

A STTP destaca que o cartão de passagem é gratuito e que o passageiro precisa apenas fazer a recarga de crédito para poder usá-lo. O superintendente esclareceu, ainda, que o próprio MPT – Ministério Público do Trabalho – orienta que os “motoristas não devem dar troco nos coletivos”, já tendo, inclusive, por conta disso, acionado judicialmente a STTP, prefeitura e as próprias empresas de ônibus.

Lembrou, porém, que esta medida é um teste, sendo uma “posição adotada, mas em aberto”, pois a STTP continua recebendo outras sugestões para a solução do problema de frequentes assaltos nos ônibus, sobretudo no período noturno. “Assim, caso esta alternativa não seja acatada pela coletividade, vamos procurar então outras saídas”, afirmou. 
Compartilha via Whatsapp

Sobre Unknown

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook