Homem é preso com mais de 100 aves silvestres mortas e 40 vivas na Paraíba

Um homem foi preso, em Campina Grande, por suspeita de crime ambiental e posse ilegal de arma de fogo, nesta sexta-feira (8). O comandante do Batalhão Ambiental, major Cristóvão Lucas, explicou que o suspeito de 51 anos tinha 40 pássaros silvestres, entre eles dois ameaçados de extinção, em casa, além de dois jabutis. Também foram encontradas mais de 100 aves mortas - 69 arribaçãs e 40 rolinhas - na geladeira.
A prisão foi realizada durante operação para coibir a caça predatória de animais e aves e combater a criação dessas espécies em cativeiro. Também foram encontradas duas espingardas, sendo uma calibre 32 e outra de pressão, bem como farto material de recarga de munições, o que leva a crer que ele se trata de um caçador contumaz.
As multas aplicadas ao suspeito totalizaram R$ 84,5 mil. Os pássaros encontrados são das espécies galo de campina, azulão, papa-capim, tico-tico, além de um pintassilgo e um pichochó, que estão na lista de animais ameaçados de extinção.




G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Unknown

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook