Governo promove capacitação para cuidadores da rede estadual de ensino

O Governo do Estado da Paraíba através da Secretaria de Estado da Educação e da Fundação Centro Integrado de Apoio (Funad) em parceria com as Organizações Sociais promoveu nessa segunda-feira (18) o 1° Curso de Capacitação para Cuidadores da Rede Estadual de Ensino.

“A Funad disponibiliza durante todo o ano, cursos de aprimoramento profissional para os diversos profissionais que atuam junto aos portadores de deficiência, buscando uma inclusão de qualidade nos diversos setores da sociedade, para o curso de cuidadores, foram disponibilizadas 150 vagas com foco nos profissionais de apoio, cuidadores, que atuam na Rede Pública Estadual”, afirmou Simone Jordão, presidente da Funad.

Durante o treinamento, foram abordados os temas: Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva; Lei de Inclusão; Noções Básicas de Primeiros Socorros no Contexto Escolar; Técnicas de Adequação Postural, Mobilidade, Orientação e Acessibilidade Espacial; além de Treinamento de Atividades da Vida Diária (higiene pessoal, vestuário e estimulação da linguagem oral – comunicação).

“Cada aluno com deficiência pode ter sua vida impactada pelo trabalho desses profissionais, por isso, entendemos a importância de nos aproximarmos dos cuidadores para entender como auxiliá-los nesse processo, para que eles desenvolvam seu trabalho com humanização e qualidade”, relatou Marina Bomura – Representante da Secretaria de Educação da Paraíba.

A Assessora de Educação Especial da Funad, Sandra Ramalho, explicou que “esse curso foi um pontapé inicial na qualificação desses profissionais para que eles compreendam o seu papel e saibam como assessorar com qualidade esses alunos no dia a dia, fazendo fluir com mais facilidade sua aprendizagem”.

O papel do cuidador é oferecer o acompanhamento individualizado de comunicação, orientação, compreensão, mobilidade, locomoção ou outras limitações de ordem motora, para que os alunos com deficiência possam realizar as atividades cotidianas e os exercícios propostos pelos educadores durante as aulas e nos períodos extraclasse, viabilizando assim sua efetiva participação na escola.

A cuidadora Rosângela da Silva, da Escola Fazenda Buracão, localizada no município de Sapé, tem uma rotina diferente com o aluno cadeirante Jobson Cipriano de 14 anos: “Pego o Jobson em sua casa de ônibus e vamos até a escola, assistimos às aulas, auxilio em suas atividades diárias e retornamos de ônibus para a casa dele. Posso dizer que é como um segundo filho e com esse curso aprendi técnicas que posso utilizar em nossa rotina, pois entendi a importância de estar bem preparada para ajudá-lo sempre”.

Para que o aluno tenha direito a um cuidador na escola é necessário que ele seja portador de uma deficiência que impossibilite a vivência diária como: vestimenta, utilização do banheiro, dificuldade na alimentação e problema de comunicação.

De acordo com Cida Ramos, secretária de Desenvolvimento Humano, “ter esses cuidadores ajudando, incentivando e facilitando o dia a dia do aluno é primordial para sua evolução educacional, pois a pessoa com deficiência quer uma oportunidade de estudar, de ser útil ao seu Estado e a melhor forma de conseguir isso, é pela educação”.
Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.