Ricardo assina ordem de serviço para construção da adutora TransParaíba no Curimataú

O governador Ricardo Coutinho assina, nesta terça-feira (14), a ordem de serviço para o início da construção da TransParaíba – Adutora do Curimataú, a maior obra hídrica do Estado construída com recursos próprios, que vai levar água até as residências dos habitantes de 19 municípios que enfrentam problemas de abastecimento. A adutora faz parte do Programa Mais Trabalho e receberá investimentos na ordem de R$ 329 milhões. Na primeira etapa da obra serão investidos cerca de R$ 197 milhões, enquanto na segunda etapa do sistema adutor, o investimento será de R$ 132 milhões, visando garantir segurança hídrica para cerca de 150 mil habitantes.

Para assinar a ordem de serviço, o governador Ricardo Coutinho visitará sete dos 19 municípios beneficiados pela adutora: Soledade, São Vicente do Seridó, Cubati, Sossego, Baraúna, Picuí e Frei Martinho. A Caravana do Curimataú começará às 9h30 na cidade de Soledade com as presenças de secretários de estado, deputados estaduais, vereadores e prefeitos da região. A última cidade a receber a caravana será Frei Martinho às 20h30.

O sistema adutor Curimataú corresponde ao Segmento II da Transparaíba. Esse segmento apresenta uma extensão de mais de 350 km, com diâmetro variando entre 150 mm a 600 mm, uma estação de tratamento que irá trazer água de qualidade a população com capacidade de tratar mais de 544 l/s, e ainda serão construídas 21 estações de bombeamento, beneficiando em final de plano 150 mil habitantes em 19 municípios.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, João Azevêdo, a adutora vai resolver em definitivo o problema de abastecimento d’água do Curimataú. “Essa é uma obra extremamente importante para o Curimataú. A adutora vai captar  água do Rio São Francisco, que hoje está chegando no açude de Boqueirão, e vai levar para a região do Curimataú, que não tem nenhuma outra fonte de abastecimento.  Nós entendemos que fique limitada na própria obra, pois ela tem um alcance muito maior do que isso,  porque ela vai trazer segurança hídrica para toda uma região e essa segurança hídrica é que vai permitir o desenvolvimento local. Nós já resolvemos a logística do transporte, todas as cidades do Curimataú possuem  acesso por asfalto e agora levaremos água. Então, isso vai possibilitar que as prefeituras e o próprio Governo trabalhem na captação de empresas para se instalarem naquela região”, destacou.

Na segunda etapa da TransParaíba, serão disponibilizados R$ 132 milhões atendendo as cidades de Juazeirinho, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Olivedos, Cuité, Nova Floresta, Barra de Santa Rosa, Damião, Araruna e Cacimba de Dentro.

O sistema Curimataú tem captação no Açude Epitácio Pessoa – Boqueirão, de onde se desenvolve margeando estradas vicinais até a cidade de Boa Vista. Logo o eixo adutor segue em direção até a cidade de Soledade. Desta localidade segue em direção norte do Estado margeando as PB-177, PB-187 e no segmento final pela BR-104, atendendo a população das cidades de Boa Vista, Boqueirão, Soledade, Juazeirinho, São Vicente do Seridó, Olivedos, Cubati, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Sôssego, Baraúna, Picuí, Frei Martinho, Cuité, Nova Floresta, Barra de Santa Rosa, Damião, Cacimba de Dentro e Araruna.

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.