Paraíba sedia seminário de aprimoramento para enfermeiras obstétricas

Para discutir os avanços e as práticas bem sucedidas da Rede Cegonha,  a Paraíba sediou, nessa quarta-feira (22), o seminário sobre o curso de aprimoramento para enfermeiras obstétricas. O seminário é parte do curso dedicado a enfermeiras obstétricas que já atuam na rede hospitalar de todo país. As aulas práticas acontecem em Belo Horizonte (MG), no Hospital Sofia Feldman, referência nacional na humanização do parto e conta com a participação de oito enfermeiras obstétricas da Paraíba.

A diretora administrativa da Maternidade Frei Damião, Morgana Queiroga, disse que a iniciativa faz parte do projeto Rede Cegonha, que tem por objetivo humanizar o atendimento a mulher antes, durante e após o parto. “É importante a participação dos enfermeiros capacitados no parto habitual, que é o parto sem risco. O aprimoramento veio a somar, pois proporciona o crescimento dos profissionais no campo da obstetrícia. É um espaço de conquista na parte assistencial, contribuindo para o acolhimento e atendimento humanizado das parturientes e dos bebês paraibanos”, destacou.

De acordo com a enfermeira obstétrica da Frei Damião, Patrícia Maroja, que também participa da capacitação, “o encontro foi o cumprimento da segunda etapa do curso e proporcionou a visibilidade da assistência prestada pelas enfermeiras obstétricas nas unidades de saúde da Paraíba. Na ocasião, trocamos informações e relatos de experiências vivenciadas no hospital em Minas Gerais e o que foi implantado nas instituições, a exemplo, na Frei Damião foram adquiridas as banquetas para parto vertical, opção para as parturientes escolherem a posição mais confortável e estimular a posição verticalizada no momento do parto”, ressaltou, acrescentando ainda que o encontro foi finalizado na tarde desta quinta-feira (23), com a visita de duas enfermeiras do Sofia Feldman à Maternidade Frei Damião, mostrando o caminho da mulher, desde a admissão na porta de entrada até a alta.

A presidente da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (Abenfo), Waglânia Freitas, destacou que o evento foi um marco histórico para a política de atenção a mulher na gravidez, parto e pós-parto, na Paraíba. “Foi uma troca de experiência exitosa com a academia e os serviços de saúde e representa um avanço, já que defendemos que as mulheres de baixo risco ou de risco habitual recebam os cuidados das enfermeiras obstétricas, considerado o melhor cuidado disponível e possível, proporcionando melhores resultados para as mulheres e bebês.”

Waglânia também pontuou os avanços já conquistados pela Maternidade Frei Damião: “A Maternidade Frei Damião é parceira nesse processo. A área de saúde da mulher, do curso de enfermagem da UFPB, deseja construir junto à unidade de saúde estratégias para melhorar cada vez mais esse cuidado. Nosso objetivo, é transformar a Frei Damião em uma referência de humanização do cuidado para o Estado da Paraíba”, enfatizou.

Compartilha via Whatsapp

Sobre TV AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.