Motorista do Samu foi baleado antes de carro capotar em João Pessoa, diz delegado


O motorista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que morreu após o carro capotar em João Pessoa teria sido vítima de homicídio, segundo informou a Polícia Civil após a perícia feita no local na manhã desta segunda-feira (20). De acordo com o delegado Alberto Jorge, a suspeita inicial era de que a vítima teria morrido por causa do acidente, mas os peritos encontraram marcas de tiros na cabeça dele.
“Provavelmente a dinâmica do fato nos leva a concluir inicialmente que ele sofreu os disparos, provavelmente após uma perseguição, e após receber os disparos, perdeu o controle do veículo e capotou”, informou o delegado.
O corpo do motorista foi achado por moradores do sítio Engenho Velho, que passavam por uma estrada de terra quando viram o carro capotado na lateral da via, em um trecho elevado, e o corpo embaixo, fora do veículo. O Samu foi chamado e ao chegar no local os socorristas confirmaram a morte e identificaram a vítima como sendo um motorista do serviço em João Pessoa.
Adilson Otaviano estava de folga no domingo (19) e passou o dia com a família. Segundo os familiares, ele saiu à noite para assistir uma vaquejada na cidade de Mata Redonda e não voltou no início da manhã. Ainda de acordo com os familiares, a vítima não tinha inimigos e ninguém sabe os motivos do crime.





G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre TV AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook