Governo e MST dialogam sobre educação e modelos de ensino adaptados à vida do campo

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE), promoveu na tarde desta quinta-feira (9) uma reunião entre diversas secretarias e órgãos públicos da esfera estadual e representantes do Movimento Sem Terra (MST). Dentre as pautas, foram discutidos principalmente avanços na educação do campo e a inclusão de temas relacionados à vida rural na grade curricular das escolas do interior da Paraíba.
Além dos representantes do MST, estiveram presentes secretários e técnicos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), bem como da gestão integrada Emepa, Emater e Interpa, e da própria Educação. O secretário da Educação, Alessio Trindade, afirma que o diálogo com os movimentos sociais é constante e as demandas são abraçadas pela gestão pública. Dentre as reivindicações do MST, estão o andamento da construção de escolas em zonas de assentamento, a abertura de cursos técnicos na área de agroecologia e a inserção de disciplinas voltadas para a vida no campo em escolas de ensino médio das regiões.
“Movimentos sociais como o MST possuem no país experiências ricas e agregadoras. Na reunião, combinamos de conhecer uma experiência exitosa no Ceará, de ensino integral do campo, explorando todas as potencialidades do ensino integral no campo. A ideia é inovar cada vez mais, inovar o currículo das escolas em benefício do aluno”, comentou o secretário de Educação da Paraíba.

“Estamos dialogando para saber a previsão de início e término de três escolas em áreas de assentamento. Estamos reivindicando a manutenção das turmas de jovens e adultos para membros do movimento, além de garantir a formação do campo no currículo das escolas de ensino médio”, completou Kamila Karine, dirigente de educação do Movimento Sem Terra da Paraíba.

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.