Aluno da Escola Técnica de Bayeux participa da Mostratec 2017 e conquista bolsa do CNPQ

O aluno Mateus Batista do Nascimento, da 3ª série do curso de Mecânica da Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) de Bayeux, conseguiu superar a timidez e conquistou duas vitórias: conseguiu inscrever, ser selecionado e participar da Mostratec 2017 e, após apresentar seu trabalho durante cinco dias no Rio Grande do Sul, para um público de cerca de cinco mil pessoas, conquistou uma bolsa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) do CNPQ para dar continuidade à sua pesquisa.

A Mostratec é uma feira de ciência e tecnologia realizada anualmente pela Fundação Liberato, na cidade de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul. Destina-se a apresentação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano, realizados por jovens cientistas do Ensino Médio e da educação profissional técnica de nível médio.
O professor que orientou Mateus neste projeto, Jeimes Campos, explicou que o aluno era muito tímido e dizia não gostar de estudar. Com o incentivo do professor, Mateus desenvolveu junto com ele o projeto “Sistema de armazenamento, tratamento e reuso de óleos lubrificantes ou contaminados”.

Após a criação do projeto, o professor inscreveu o aluno na Mostratec 2017. O projeto foi aprovado e recebeu patrocínio do CNPQ, com passagens, hospedagens, alimentação e recursos para financiar a apresentação do projeto no Rio Grande do Sul. Assim, de 23 a 27 de outubro, Mateus Batista e o professor Jeimes Campos estiveram na cidade de Novo Hamburgo, onde Mateus apresentou e defendeu seu projeto para um público de mais de cinco mil pessoas e para professores avaliadores.

Após esta fase, o projeto foi premiado com uma bolsa Pibic Júnior de Incentivo à Pesquisa, do CNPQ, para que o aluno e seu professor deem continuidade à pesquisa aqui na Paraíba durante um ano, ou seja, de novembro de 2017 a novembro de 2018.

O professor Jeimes Campos explicou como o projeto foi desenvolvido. “A cidade de Bayeux dispõe de várias oficinas onde faz a troca de óleo lubrificante, no entanto, algumas não dispõem de mecanismos corretos de descarte deste produto. O descarte incorretamente na natureza traz grandes problemas ambientais, afetando também a saúde pública por apresentar produtos tóxicos. Assim, o projeto que desenvolvemos buscou produzir um produto utilizando o óleo lubrificante usado ou queimado”, contou o professor.

De acordo com o projeto, a reciclagem de óleos lubrificantes de forma geral, principalmente os automotivos, ainda não está totalmente absorvida pela indústria e pela população, fato que faz com que a transformação de óleos usados em novos produtos seja uma prática rentável para a economia e para o meio ambiente. “A prática da reciclagem de óleos lubrificantes depende da educação ambiental. Neste sentido, desenvolvemos um sistema de filtração e produção de sabão através da reciclagem dos resíduos produzidos pelas oficinas automotivas, visando identificar possíveis benefícios ambientais”, disse o professor.

“Para reutilizar esses resíduos filtramos o óleo lubrificante dispensando pelas oficinas visitadas em Bayeux, dando um destino correto para este produto pós-filtragem, fazendo uma reciclagem no intuito de minimizar os impactos gerados sobre a natureza”, explicou o aluno, relatando que, após o processo de filtragem, desenvolveram uma pasta para utilização na lavagem de veículos, para testar a eficácia do produto.
O professor Jeimes Campos alertou que o óleo lubrificante, seja usado ou contaminado, é um resíduo perigoso e deve ser corretamente manuseado, para que a saúde humana e ambiental envolvidas no descarte inadequado do óleo seja realizado de acordo com as normas estabelecidas. “É necessário utilizamos de boas práticas para evitar tais derramamentos sobre o solo”, finalizou o professor.

A gestora da ECIT de Bayeux, Iêda Freire, parabenizou o aluno e destacou como diferencial de ensino o modelo das Escolas Cidadãs. “Foi uma grande felicidade ver a evolução de Mateus, que surpreendeu a toda a escola com o seu projeto de reaproveitamento do óleo. Esta conquista é fruto do modelo da escola cidadã, que proporciona que estejamos mais próximos do estudante, apoiando ainda mais os seus projetos. Tanto o aluno quanto seu professor orientador estão de parabéns, porque a dedicação do professor a esse projeto também contou muito”, disse a gestora.

Mostratec - A Mostratec conta com a participação de 640 projetos de pesquisa (420 da Mostratec + 220 da Mostratec Júnior), do Brasil e de vários países, além de eventos integrados como: SIET- Seminário Internacional de Educação Tecnológica, Mostratec Júnior,  Robótica Educacional e atividades esportivas e culturais.
A Feira promove integração entre as instituições de ensino, a pesquisa e o meio empresarial, possibilitando o desenvolvimento, a aplicação e a divulgação de novas tecnologias.
A cada ano, vem aumentando o número de visitantes e participantes, dentre eles empresários, autoridades nacionais e internacionais, profissionais de diversas áreas, educadores, estudantes, imprensa e comunidade em geral, tornando a Mostratec um dos principais eventos educacionais do país.

A Mostratec tem como objetivos: estimular estudantes na atividade de iniciação científica e tecnológica de forma acelerar o processo de expansão e renovação no quadro de pesquisadores; conduzir à sistematização e à institucionalização da pesquisa no ensino médio e profissional de nível técnico; estimular a imaginação, o prazer e a curiosidade através da pesquisa científica e tecnológica; promover a integração entre instituições de ensino, pesquisa e meio empresarial, possibilitando o desenvolvimento, a aplicação e a divulgação de novas tecnologias; possibilitar aos expositores e professores a integração com colegas de outras instituições de ensino de modo a ampliar suas relações e possibilitar o contato com outras culturas e proporcionar o intercâmbio e a participação de alunos e professores em feiras afiliadas (nacionais e internacionais).

Compartilha via Whatsapp

Sobre TV AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.