Universitários falam sobre experiência como “aprendizes” na CMJP

Sete alunos de cursos superiores de instituições universitárias da Capital, que participaram do projeto ‘Aprendiz de Vereador’, relataram suas experiências na tarde da sexta-feira (27). O encontro aconteceu no Auditório Fernando Milanez do Anexo II da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). O Projeto é uma iniciativa do gabinete do vereador Lucas de Brito que foi institucionalizada e está sendo coordenada pela Escola do Legislativo Celso Furtado da CMJP, e tem como base a aproximação entre o meio acadêmico e o parlamento municipal.

Os alunos realizaram atividades nos gabinetes dos seguintes vereadores: Lucas de Brito (PSL), o estudante de Direito Pedro Chaves, a estudante de psicologia e graduada em Relações Internacionais Tathiana Alcón, o estudante de Jornalismo Josenildo Galdino Jornalismo e o estudante de Geoprocessamento Márcio Cardoso; Humberto Pontes (Avante), Bruna Brandão e Maycon Finizola estudantes de Direito; e Thiago Lucena (PMN), o estudante de Engenharia de Produção Henrique Chacon.

Os aprendizes desenvolveram atividades supervisionadas junto à Escola do Legislativo, vereadores e profissionais dos gabinetes parlamentares, por duas semanas, contabilizando 40 horas de estágio. Eles vivenciaram os bastidores do parlamento mirim através do estágio-visita, durante o qual foram passadas orientações sobre o funcionamento do processo legislativo, por meio da elaboração de leis e ações que visem a dar visibilidade aos projetos elaborados por eles.

O vereador Lucas de Brito (PSL) lembrou que lançou a ideia de institucionalizar o projeto, que já estava efetivado e do qual já participaram 50 universitários, por entender que a iniciativa deveria ter uma “abrangência muito maior”. Ele destacou sua satisfação em perceber que todos os aprendizes relataram o prazer de terem sido bem acolhidos pelos servidores da Casa e por sentirem uma sensação de pertencimento nas equipes de trabalho dos gabinetes em que atuaram.

“É uma satisfação poder encerrar esse primeiro ciclo dessa nova fase do 'Aprendiz de Vereador' de forma exitosa. Compreendemos que era necessário ampliar a sua abrangência e a Casa acatou institucionalizando o projeto. Esse é um canal aberto de participação no parlamento de nossa cidade para o fortalecimento da cidadania de nossos moradores. Agora tivemos a oportunidade de colher o 'feedback' desses alunos que relataram suas experiências”, afirmou o vereador.

O estudante Maycon Filizola falou que sempre foi um sonho participar de um gabinete para conhecer as atividades dos vereadores. “Aprendemos como elaborar requerimentos, com pedidos de melhorias para nossa cidade; e a importância dos Projetos de Lei (PL) para a população por trazerem a efetivação de seus direitos”.

O aprendiz Pedro Chaves fez questão de salientar a importância do projeto 'Aprendiz' ao permitir a troca de experiência entre os universitários e o Parlamento Municipal. “Nessas duas semanas podemos contribuir com ideias para elaboração de PLs que deverão tramitar na CMJP”, revelou. Tathiana Alcón se disse muito feliz por ter se sentido tão bem acolhida na Câmara, de forma a se

sentir parte atuante nas atividades do gabinete. Ela participou da elaboração de uma carta ao Executivo Municipal para garantir a permanência da Capital no Mercocidades, rede que reúne os gestores dos grandes centros urbanos que participam do Mercosul e cuja tarefa é incentivar o fortalecimento das administrações locais, como contrapartida lógica e natural da globalização.

“Tive uma experiência parecida no Congresso Nacional, mas em nenhum momento me senti integrante da equipe. Sempre existiu a sensação de ser uma visitante. Aqui foi diferente porque sempre tive a sensação de pertencimento, ao me sentir membro efetivo das atividades”, destacou Tathiana Alcón.

O presidente da Escola do Legislativo da CMJP, Paulo Eduardo de Sá Barreto, salientou a importância da conversa com os aprendizes para ouvir o que foi realizado por eles, e assim poder analisar todo o processo com a intenção de aprimorá-lo. "A Escola do Legislativo está sendo fundamental para beneficiar e institucionalizar o projeto, fazendo com que seja mais abrangente e possa abrir espaço para vários vereadores participarem dessa iniciativa. Ainda haverá mais duas etapas que após finalizadas será realizada uma solenidade para entrega do certificado de todos os participantes", ressaltou.

As atividades do 'Aprendiz de Vereador' ainda serão desenvolvidas em mais dois períodos, durante este segundo semestre: com oito universitários de 6 a 20 de novembro; e com 11 universitários de 20 de novembro a 1º de dezembro.
Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.