Suspeito em morte de vigilante de escola é preso após tiroteio em João Pessoa

Um homem de 23 anos suspeito de ter matado o vigilante Fábio Alves de Lima que tentou evitar um assalto em frente a uma escola particular de João Pessoa foi preso após um tiroteio no (29) no bairro de Mandacaru, na capital paraibana. Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito resistiu à prisão e os policiais reagiram atirando nas pernas no suspeito.
Fábio Alves de Lima foi baleado no início da manhã do dia 1º de setembro quando reagiu ao flagrar um assalto em frente a escola onde trabalhava como segurança. Fábio foi baleado na cabeça quando tentou frustar o assalto de um homem a uma mulher que deixava uma criança na escola, na Av. São Paulo, no Bairro dos Estados. Uma câmera localizada no lado oposto à escola captou toda a briga entre o vigilante e o assaltante.
Ainda de acordo com a polícia, o suspeito foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Conforme boletim médico divulgado pelo hospital no início da manhã desta segunda-feira (30), o suspeito segue internado sob custódia e o estado de saúde é considerado estável. A ação foi realizada em parceria entre as delegacias de Roubos e Furtos e de Homicídios.
Este é o segundo homem preso suspeito de envolvimento com a morte do vigilante. No dia 2 de setembro, um dia após o caso ser registrado, um jovem foi preso também no bairro do Mandacaru suspeito de ser o autor do tiro que matou Fábio Alves de Lima. A operação envolveu cerca de 30 policiais e encontrou o suspeito na comunidade Porto de João Tota, em Mandacaru.


Relembre o caso

Um vídeo da câmera de segurança da escola gravou o momento em que Fábio corre em direção ao assaltante quando ele tenta fugir após roubar os pertences de uma mãe de uma estudante. Os dois ficam agarrados no meio da rua, enquanto o segurança tenta render o assaltante. Em um determinado momento, os dois caem. Teria sido pouco antes da queda que o disparo foi feito. Fábio fica caído no chão e o assaltante foge.
O segurança chegou a ser socorrido pelo Samu e levado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ele passou por procedimentos médicos de emergência, cirurgias, mas não resistiu ao ferimento e morreu na tarde do dia 2 de setembro no hospital. A informação da morte foi confirmada no boletim médico divulgado pela unidade de saúde.





G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.