Secretário de Estado do Planejamento discute emendas nas áreas de segurança hídrica e saúde

Buscando a destinação de recursos por meio de emendas parlamentares em áreas prioritárias como a saúde e recursos hídricos da Paraíba, o secretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão, Waldson Souza, reuniu-se, nessa terça-feira (17) e quarta-feira (18) com deputados federais e senadores paraibanos em Brasília.

Na área da saúde, o governo defendeu a obtenção de recursos para o custeio e manutenção do Hospital da região metropolitana de Santa Rita Dom José Maria Pires, que será inaugurado no mês de janeiro de 2018, sendo a única referência pública no atendimento em cardiologia, cirurgia cardíaca, neurologia e neurocirurgia. “A Paraíba avançou muito na saúde com a construção e funcionamento de dez novos hospitais e agora chegou a hora de entregarmos esse enorme patrimônio aos paraibanos, que é exatamente um serviço na área da saúde que somente o setor privado podia prestar assistência”, observou.

“O governador tratou de pensar a saúde em rede e pode realmente contribuir com os municípios, desafogando o Trauma de João Pessoa, o Hospital de Mangabeira e o próprio Hospital de Trauma de Campina Grande, proporcionando à Paraíba uma referência pública nessas áreas”, comentou o secretário, apontando a importância do investimento.

Já na área de segurança hídrica, os pleitos defendidos referem-se à implantação da 3º entrada do eixo norte do sistema adutor de Piancó, atendendo municípios da região do Vale do Piancó, de Patos e o município de Pombal; à implantação do ramal do Cariri do sistema adutor Transparaíba, que irá atender os municípios de Amparo, Assunção, Boa Vista, Cacimbas, Gurjão, Junco do Seridó, Livramento, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, Santo André, São João do Cariri, São José dos Cordeiros, Serra Branca, Sumé, Taperoá e Teixeira; à construção de barragens em Olho d'Água; Nova Olinda e Serra Grande; e à perfuração de poços artesianos em municípios com situação de emergência decretada pelo governo. 

De acordo com o secretário Waldson Souza, a bancada paraibana estabeleceu consenso para aportar o montante de R$ 113 milhões em emendas impositivas de bancada, sendo R$ 23 milhões para a obra da terceira entrada do eixo norte do sistema adutor Piancó, sendo esta obra a ser realizada pelo Governo Federal; mais R$ 45 milhões para o custeio do novo Hospital Estadual e mais R$ 45 milhões a serem destinados pelos parlamentares também para custeio da saúde em municípios paraibanos.

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.