Prefeitura lança nesta terça-feira programação do Outubro Rosa com evento no CAM

Em evento no Centro Administrativo Municipal (CAM), a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) abre oficialmente nesta terça-feira (03) a programação do Outubro Rosa, quando ocorrem ações para alertar as mulheres sobre a importância de fazer o diagnóstico precoce do câncer de mama. O evento começa às 9h, no auditório do CAM, com a presença do prefeito Luciano Cartaxo.

“Durante esse mês de outubro, todos os serviços da Rede Municipal de Saúde irão desenvolver atividades educativas e assistenciais alusivas à temática, como a ampliação da oferta de consultas com mastologistas, intensificação do exame clínico na Atenção Básica, palestras, articulação intersetorial e com parceiros no desenvolvimento das atividades educativas”, explica Amanda Romera, coordenadora da Área Técnica da Saúde da Mulher da SMS.

Ao longo do Outubro Rosa, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá disponibilizar mais de 6.300 exames de mamografia para mulheres entre 40 e 74 anos. As equipes de saúde da família também irão visitar as secretarias municipais para prescrever, quando necessário, o exame de mamografia bilateral de rastreamento para as servidoras entre 40 e 74 anos ou maiores de 35 anos com risco especial para o desenvolvimento do câncer de mama.

“O objetivo é que todas as servidoras do município tenham acesso, no próprio ambiente de trabalho, à requisição da mamografia e às orientações relacionadas ao cuidado com as mamas”, destaca Amanda Romera.

Ampliação da faixa etária - Com o objetivo de aumentar a cobertura e prevenção ao câncer de mama, o prefeito Luciano Cartaxo autorizou a organização de um novo fluxo para acesso da mamografia, intensificando as ações preventivas que já acontecem na Atenção Básica. 

Com a mudança, mulheres que moram na Capital, com idade entre 50 e 69 anos e a requisição de mamografia por rastreamento preenchida por médico ou enfermeiro da Rede Municipal de Saúde de João Pessoa, poderão dirigir-se aos serviços autorizados para a realização deste exame, sem a necessidade de agendá-lo através das Unidades de Saúde da Família (USFs). As demais faixas etárias, para ter acesso ao exame, deverão ser marcadas através das USFs.

Esta facilidade de acesso segue até o dia 30 de novembro deste ano, nos serviços autorizados que são: Cedrul, Clínica Radiológica Dr Azuir Lessa, Fundação Napoleão Laureano, Hospital São Vicente de Paulo, Radiomed Diagnóstico Médico Imagem.

Para a marcação direta é necessário apresentar os seguintes documentos: requisição de mamografia emitida pelo SUS, cópias de RG, CPF, comprovante de residência e Cartão SUS.


Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.