Polícia prende servidor público federal suspeito de estelionato

Policiais civis da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa prenderam, na tarde desta sexta-feira (27), o servidor público federal Urandy Barros Rodrigues, 62 anos, suspeito de praticar crime de estelionato. A prisão ocorreu na Divisão do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde, em João Pessoa, no bairro da Torre.

Urandy foi denunciado por parentes. Segundo eles, o servidor público federal teria feito compras no cartão de crédito de uma tia que já morreu. O valor do prejuízo chega a quase R$ 45 mil. O caso teria acontecido em 2015, mas só agora os parentes resolveram procurar a polícia. A partir dessas informações, foi realizado um levantamento no Banco Nacional de Mandados e descoberto que Urandy estava sendo procurado pela Justiça.

O mandado de prisão preventiva foi expedido em novembro de 2016 pela 7ª Vara Criminal de João Pessoa pelo crime de abandono de incapaz. “Quando tomamos conhecimento do mandado em aberto seguimos até o local de trabalho do investigado, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e lá ele foi preso. Na Delegacia, Urandy confirmou que usou o cartão da tia já falecida”, disse o delegado da DDF, João Ricardo.

Depois de ser ouvido, Urandy foi levado para a carceragem da Central de Polícia, no Geisel, zona sul da Capital, para aguardar pela audiência de custódia.

Compartilha via Whatsapp

Sobre TV AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook