Ortotrauma faz 173 mil consultas e atendimentos de janeiro a julho

O Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity (Ortotrauma) registra a realização de 173.328 consultas, atendimentos ambulatoriais e acompanhamentos, no período de janeiro a julho deste ano. O quantitativo supera em 16,12% o que foi realizado no mesmo período de 2016.

A diretora geral do Complexo Hospitalar de Mangabeira, Fabiana Araújo, destaca o expressivo crescimento dos números, mesmo com a abertura da UPA Cruz das Armas, em dezembro do ano passado. “Isto evidencia a importância do Complexo Hospitalar de Mangabeira para a macrorregião polarizada por João Pessoa e até mesmo para o Estado da Paraíba”.

A gestora afirma que há um grande empenho para corresponder a este crescimento de demanda pela população. “Realizamos um grande trabalho em equipe para que o atendimento ocorra de maneira adequada. Buscamos sempre fazer o melhor uso possível dos recursos a partir do princípio da eficiência da administração pública, já que a demanda é crescente”, continua Fabiana Araújo.

Além das consultas ambulatoriais, também houve aumento do número de cirurgias. De janeiro a agosto deste ano, foram feitas 3.818 cirurgias, o que corresponde a um crescimento de 7,34% sobre as 3.557 cirurgias realizadas no mesmo período do ano anterior.

Pequenas cirurgias – Nem todas as cirurgias precisam de internamento dos pacientes. Foram realizados, de janeiro a julho deste ano, 7.372 procedimentos cirúrgicos simples, chamados de pequenas cirurgias.

O Complexo Hospitalar de Mangabeira é referência em cirurgia de urgência e emergência de áreas abaixo do cotovelo e abaixo do joelho, conforme pactuação firmada com o Ministério da Saúde. A unidade hospitalar também realiza exames laboratoriais e por imagem, tratamentos de recuperação motora por meio do Centro de Reabilitação e Tratamento da Dor (Cendor) e urgência psiquiátrica por meio do Pronto Atendimento em Saúde Mental (PASM).

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.