Filme “Quando Decidi Ficar” será rodado esta semana em Sousa

Uma mulher misteriosa encontra refúgio em um antigo pensionato onde  vive um grupo de jovens que vive que movimenta a cena artístico-cultural de uma cidade sertaneja. Nesse lugar, ela tentará curar seus hematomas físicos e suas feridas psicológicas. Esse é o enredo do curta – metragem “Quando Decidi Ficar”, ficção dirigida e roteirizada por Maycon Carvalho.

O curta será rodado em Sousa, entre os dias 26 e 28 de outubro e tem como cenário principal o pensionato de Dona Leonor – personagem de Maria do Carmo Abrantes -, uma senhora com espírito juvenil. Traz no elenco artistas como Alhandra Campos e Edson Albuquerque. A Fotografia é de Breno César e a Direção de Arte de Carlos Moska.

Para dar vida aos personagens, o elenco iniciou na última segunda-feira (23), um rigoroso processo de preparação sob a orientação da atriz Kassandra Brandão.  “Para mim está sendo uma ótima experiência porque eu estou conseguindo colocar em prática coisas que eu aprendi nos cursos enquanto atriz e está sendo maravilhoso poder acompanhar a entrega destes atores e atrizes”, avaliou a preparadora de elenc. 

O cantor e compositor Ellon Barbosa foi o responsável pela trilha sonora do filme. Ele também fará parte do casting que ainda é composto pelas atrizes Rosimere Brito e Érika Paz.

A atriz campinense, Eliane Figueiredo, falou sobre o desafio de se realizar cinema no sertão da Paraíba “O cinema se faz aqui é muito genuíno, tem muito a nossa cara e é um cinema que com uma história que renova uma visão sobre a Paraíba,” disse. 


Sobre Maycon Carvalho

Natural de Pacajus, Ceará, Maycon é radicado em Sousa. Cursou Teatro pelo IFCE-Fortaleza e é coordenador de música no Centro Cultural Banco do Nordeste.

Trabalhou na direção de elenco do filme “Só sinto amor”, de Saullo Dannylck e foi preparador de elenco do capítulo piloto da série de TV “Vida Bandida” da produtora IncartazFilmes, filmado em Cajazeiras. Carvalho também auxiliou na produção do filme “Sob o sol de Rosa”, do Núcleo de artes do audiovisual paraibano. Em 2015, o cineasta realizou seu primeiro curta intitulado “Um poema com café” que ganhou prêmio de melhor Direção de Arte, no 6º Curta Coremas, melhor Ficção, melhor roteiro, melhor atriz, melhor ator, no II Festival Audiovisual do Vale dos Dinossauros e Menção Honrosa pelo potencial inventivo e cinematográfico da obra, no II Cine Paraíso.



Apoio Cultural

Além do financiamento coletivo através de internet, o projeto conta com o apoio do  Instituto Federal da Paraíba – Campus Sousa, SindFisco, BrisaNet,, Posto Chabocão, AM3 Soluções, Rápido Figueiredo, Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL-Sousa/PB), SEBRAE, FUNESC e Centro Cultural Banco do Nordeste.

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.