Congresso sobre inovações e tecnologias em próteses acontece este mês, em JP

Cerca de 400 especialistas em ortopedia técnica dos Estados Unidos, Europa e da
América Latina irão se reunir em João Pessoa, entre os dias 3 e 6 de outubro, para
discutir as principais inovações na área de reabilitação para usuários de próteses e
órteses durante o V Congresso Latino Americano e o XI Congresso Brasileiro de
Ortopedia Técnica. O evento será no Hotel Tambaú e tem promoção da Associação
Brasileira de Ortopedia Técnica (Abotec). 

Ao todo, serão 30 palestras sobre temas relevantes da área, além de cursos de
capacitação, workshops e exposição de tecnologias, equipamentos e produtos, que
trazem uma discussão fundamental para inclusão social de milhões de pessoas: acessibilidade e autonomia. Segundo números do último Censo do IBGE (2010), 45,6
milhões de pessoas residentes no Brasil declararam ter ao menos um tipo de
deficiência, o que corresponde a 23,9% da população brasileira, sendo que 7% da
população sofre de deficiências motoras. 

Durante quatro dias, os participantes debaterão inovações e tecnologias que estão a
serviço dos profissionais e dos portadores de deficiência física, como próteses biônicas, sistemas de confecção de próteses com auxílio do computador, novas tecnologias em cadeiras de rodas, novos sistemas de avaliação de paciente amputados, entre outros assuntos. 

Para o presidente da Abotec, Peter Kuhn, o evento foi planejado para contribuir com o desenvolvimento técnico-científico dos ortesistas e protesistas de todo o país. “O
evento será uma oportunidade para troca de informações e contatos profissionais.
Esperamos que todo o conhecimento adquirido nas palestras, cursos, workshops e
outras atividades contribuam para um melhor resultado dos pacientes com
deficiência”, disse o presidente. 

Entre os especialistas internacionais, estarão em João Pessoa a holandesa Lisan
Scheepers e o alemão Kai Hendrik Bussiek Cillien, especialistas em movimento para
pacientes com próteses nos membros inferiores, o argentino Marcelo Lofiego, que
discutirá sobre exoesqueleto. Também estão confirmadas as participações do alemão
Alexander Hardt, que fará apresentação sobre órteses neurológicas, e do especialista
americano Andy Marsland fará palestras sobre conforto, segurança e novas
tecnologias protéticas. 

Os interessados em participar podem fazer a inscrição no site do evento
www.abotec.org.br/congresso2017/, com investimento a partir de R$ 430. 

Cursos – O V Congresso Latino Americano e o XI Congresso Brasileiro de Ortopedia
Técnica também conta com uma programação prévia voltada para capacitação.
Diversos cursos serão oferecidos nos dia 3 e 4 de outubro. Entre eles, os cursos de
“Encaixe transfemural de silicone”, “Novo sistema de avaliação dos pés em 3D para
confecção de palmilhas e calçados ortopédicos”,” Curso de tecnologia assistiva 4.0”,
“Avaliação e prescrição com almofadas de micro-células de ar e de encosto modular
anatômico”, “Desafios da tecnologia assistiva para terceira idade” e “Avaliação da
mobilidade funcional nas cadeiras de rodas manuais e motorizadas”. 

O pré-congresso também terá cursos da Össur. A holandesa Lisan Sheepers vai
ministrar o curso “Running Clinic”, em que serão tratados temas como “Da Caminhada à corrida: marcha normal  vs marcha com prótese”; “Provando e colocando componentes protéticos para prática de esportes”, além de demonstrações práticas e exercício com pacientes modelo. Já o protista e diretor da ÖssurBrasil, Jairo Blimenthal, vai apresentar os novos lançamentos da empresa.

Também faz parte da programação o Workshop Internacional Ottobock, que vai
abordar temas como "Novas oportunidades e benefícios dos joelhos biônicos - a revolução dos sistemas de controle baseado na análise de movimento"; "A eficácia
biomecânica com utilização do duplo canal na eletro estimulação"; “O futuro das
órteses neuro ortopédicas - a conquista da funcionalidade com a melhor solução
estética”; “Novas possibilidades funcionais nas amputações do membro superior -
Sistemas biônico Ottobock” e "Benefícios biomecânicos no controle da pressão
interna do encaixe transtibial". 

Os participantes terão a oportunidade de se inscrever ainda no Encontro Científico
Itinerante. Exclusivo para os profissionais da saúde, o evento vai abordar temas como "Amputação: etiologia e técnicas cirúrgicas"; “Indicação e prescrição de cadeira de rodas"; “Próteses de membros superiores e inferiores”; “Atualidades e Inovações em sistema neuro-ortopédicos” e “Pés neuropáticos - prevenção e tratamento”.

Paraíba

A Paraíba é o segundo estado com o maior índice de pessoas com deficiência do país,
com um a cada quatro habitantes declarando conviver com algum tipo de limitação
visual, auditiva, motora ou mental. De acordo com dados do último Censo do IBGE, em
2010, dos 3.766.834 habitantes no Estado, 27,76%, que representam 1.045.631 pessoas, declararam ter ao menos um tipo de deficiência. Em todo país são mais de
45,6 milhões de pessoas com deficiência, e ao redor do mundo, este número chega a
um bilhão, segundo informações das Organizações das Nações Unidas (ONU).

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.