Após perder ação para Eleonora Menicucci, Frota é condenado a indenizar Jean Wyllys

Apenas um dia após ter sido derrotado por Eleonora Menicucci em segunda instância, Alexandre Frota perde mais uma ação por danos morais, agora envolvendo o deputado Jean Wyllys, do PSOL. Segundo a revista Época, Frota foi condenado pela 9ª Vara Cível de Brasília a indenização o parlamentar em R$ 10 mil.

"O parlamentar processou Frota após uma série de manifestações que o ator fez em suas redes sociais no ano passado. Wyllys afirmou que Frota incitou a violência e propagou um discurso de ódio, de difamação e de injúria. A juíza Grace Maia entendeu que os termos empregados por Frota foram ofensivos", disse a coluna.

A magistrada fez questão de salientar que "o que se repreende é o dolo de ridicularizar, achincalhar e zombar – não de o réu expressar sua visão de mundo."  Frota, por outro lado, argumenou que apenas "revidou agressões endereçadas a ele" por Wyllys.

Na terça (24), após ter sido derrotado na ação que movia contra Menicucci, a defesa de Frota citou Jean Wyllys como membro do movimento gay que inspirou a decisão "política", e não "jurídica", do desembagador que não deu vitória ao ator.

Frota gravou um vídeo dizendo que seu juiz em segunda instância era "gay", "ativista de esquerda" e que "julgou com a bunda".

Frota moveu ação contra a ex-ministra da Secretaria de Política Públicas para Mulheres após Menicucci afirmar que ele fez apologia ao estupro.
Compartilha via Whatsapp

Sobre Chico Lobo

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.