União devolve unidade de preservação a Cabedelo, PB, para implantação de parque municipal

O Governo Federal devolveu ao município de Cabedelo, na Grande João Pessoa, de uma área de preservação de Mata Atlântica localizada às margens da BR-230 para a implantação do Parque Natural Municipal. O extrato de cessão de uso foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (19).
Segundo a publicação, a finalidade é “resguardar os atributos excepcionais da natureza, conciliando a proteção integral da flora, da fauna e das belezas naturais, com objetivos educacionais, recreativos e científicos, protegendo o Bioma da Mata de Restinga no Município”.
De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Pesca e Aquicultura de Cabedelo, Walber Farias Marques, a área foi cedida ao município em 2004, quando foi criada a unidade de conservação. Porém, o período de cessão expirou em 2011 e sem que a unidade fosse de fato implantada.
A área compreende 52 hectares de Mata Atlântica e é a terceira unidade de conservação do município de Cabedelo, além da Floresta Nacional (Flona) da Restinga - mais conhecida como Mata do Amém - e do Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha.

“É uma unidade de conservação, mas isso não impede de haver visitação, mas controlada. Pode ter trilhas, visitas guiadas, para estudos, mas tudo com restrições. Também pretendemos ter a participação da comunidade do entorno, de Camboinha, Manguinhos. Toda essa participação, com caráter educativo e preservacionista, é fundamental para a manutenção da unidade. Ela não pode ficar isolada”, comentou Farias.

O próximo passo para implantar a unidade de conservação é retirar as famílias que invadiram a área, na extremidade do parque, a elaborar o plano de manejo. Em paralelo a isso, vai ser elaborado o projeto do Parque Municipal, com uma sede do órgão municipal dentro da área, para facilitar o acompanhamento e fiscalizações no local.
Segundo Walber Farias, o plano de manejo deve ser feito por uma empresa que deve serviços à Prefeitura de Cabedelo, o que deve acelerar o processo. “Até o fim do ano, a gente pensa em estar com o plano de manejo pronto e começar o cercamento”, disse o secretário.



G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.