Saúde reúne profissionais e estudantes da área de saúde mental para discutir a questão do suicídio

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Coordenação Estadual de Saúde Mental, em apoio à Campanha do Setembro Amarelo 2017, promove, nesta sexta-feira (29), um cine debate com os trabalhadores e estudantes da área de saúde mental de todo estado, com o objetivo de discutir as políticas públicas voltadas para a questão do suicídio. Às 9h, no auditório do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor), na capital, será exibido o filme francês “A Pequena Loja de Suicídios” e, logo após, ocorrerá um debate com o psicólogo paraibano Alisson de Meneses Pontes. Não há necessidade de inscrição prévia.

Segundo a técnica da Coordenação de Saúde Mental da SES, Cristina Pereira, falar de suicídio ou de qualquer outro sofrimento psíquico ainda é muito tabu na sociedade. “Como se fala pouco no assunto, também é desconhecido o fato de que há formas de prevenção do suicídio que é uma questão de saúde pública em que estão envolvidos todos os atores (família, amigos, órgãos públicos e toda a sociedade civil)”, falou.

O filme “A Pequena Loja de Suicídios” (Le Magasin des Suicides) foi lançado em 2012, na Bélgica. É uma animação francesa, não indicada para crianças, do diretor Patrice Leconte, e se passa numa época sombria da França, onde há um certo tipo de epidemia entre a população: todos extremamente depressivos e acabando com suas vidas o tempo todo. Pensando nisso, um casal decide abrir uma loja com “artigos suicidas” e ainda oferecem “consultoria” sobre o melhor jeito de morrer, dependendo do gosto do cliente. Tudo ia bem (mal) até que a família ganha um novo membro: um garotinho nasce sorridente e brincalhão e começam os questionamentos: "Como é possível uma coisa dessas?”; “Talvez melhore quando crescer". Acontece que o menino cresceu e não “melhorou”, continuou sendo “o problema” da família, sempre muito cheio de vida.  

Logo após a exibição, será feito um debate com o psicólogo paraibano Alisson de Meneses Pontes. “Debater é uma das melhores maneiras de se prevenir o suicídio, pois é dessa forma que se passa a compreender melhor este fenômeno, em toda a sua dimensão”, disse.

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.