Polícia realiza Operação Desarme e desarticula grupo criminoso por tráfico, homicídios e roubo em Campina Grande.

Visando a proteção da vida e combate aos crimes violentos letais, a Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Crimes Contra Pessoa (Homicídios), de Campina Grande, deflagrou, na manhã desta quinta-feira (14), a Operação Desarme, que resultou no cumprimento de nove mandados de busca e apreensão domiciliar e dois mandados de busca e apreensão de dois adolescentes de 15 e 17 anos. A operação foi desencadeada com o objetivo de reprimir um grupo criminoso em atuação na região conhecida por Invasão da antiga Conab, no bairro do Alto Branco, em Campina Grande, apontado como sendo responsável por homicídios, tráfico de drogas e roubos.
Conforme informações da delegada Ellen Lima, da Homicídios, a operação diz respeito à investigação sobre o homicídio do adolescente Rodrigo Brasil de Melo, 15 anos, morto a tiros no dia 15 de junho de 2017, cujo corpo foi encontrado na manhã do dia 16, nos fundos da antiga Conab. As informações dão conta de que o adolescente foi morto porque estava cometendo alguns atos infracionais na região, o que fazia com que constantemente a Polícia Militar fosse ao local, atrapalhando o tráfico de entorpecentes na área.
Segundo a delegada, durante ação policial, foram apreendidas armas de fogo calibre 32 e calibre 38 e várias munições do mesmo calibre, culminando com a prisão de Ronailson da Silva Lira, 30 anos de idade, o qual foi preso de posse de um revólver calibre 38 municiado. Ainda foram apreendidos celulares e uma quantia em dinheiro. O suspeito foi preso em flagrante no decorrer da operação, pois havia mandado de busca e apreensão em sua residência, local onde ele estava com arma de fogo e munições. Os dois menores foram apreendidos em virtude de ordem judicial por participação na morte de Rodrigo Brasil.

Ronailson foi conduzido para a Central de Polícia, no bairro do Catolé, em Campina Grande, onde permanece à disposição do Poder Judiciário para audiência de custódia. Os adolescentes devem passar por audiência de custódia e, em seguida, transferidos para o Lar do Garoto, no município de Lagoa Seca.
Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.