Paraibana transforma TCC em projeto de financiamento na internet e arrecada R$ 22 mil

Durante um intercâmbio na cidade de Porto, em Portugal, a jovem paraibana Minna Miná, que faz ilustrações e inventa personagens desde a infância, se viu cheia de histórias e experiências para contar. Essa experiência se tornou seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no curso de Comunicação em Mídias Digitais da Universidade Federal da Paraíba (UFPB): o livro ilustrado “Onde as gaivotas fazem seus ninhos”. Agora, a jovem tenta publicar o livro por meio de financiamento colaborativo na internet. Até agora ela já arrecadou R$ 22 mil, grande parte da meta, que é de R$ 26 mil. Ajude a autora clicando aqui. 

Ilustradora e designer com duas exposições individuais na bagagem, Minna fez tudo sozinha: dos primeiros esboços, storyboard, e editoração à capa e orelha do livro. Foi um projeto grande, que levou cerca de 1 ano. As gaivotas que sempre via sobrevoando a cidade portuária lusitana, junto às suas vivências no país, serviram especialmente de inspiração para as tramas.

“Eu tinha uma rotina bem rigorosa durante a produção. Durante os meses que dediquei exclusivamente à produção das ilustrações, desenhava de segunda a sexta, das 9h às 18h. Apesar do meu orientador ter sugerido que eu entregasse apenas o primeiro capítulo do livro, eu quis entregar todo o livro completamente editado”, diz. O resultado foi um livro em formato experimental que mistura a linguagem dos livros ilustrados e HQ, contando a história através de 196 ilustrações feitas à mão e usando mais imagens que textos. E um 10 da banca de julgamento do TCC”, explicou. 

Tudo ou nada

Com o trabalho pronto, veio a vontade de publicar. E assim surgiu a ideia de um financiamento coletivo na plataforma Catarse. “Publicar um livro sempre foi um dos meus sonhos, então me dediquei bastante durante todo o processo de criação. Os personagens têm muito de mim e do tempo que vivi no Porto. Seria muito especial para mim compartilhar essa história, pois acho que a busca por um ninho é algo que todos vivenciamos. E o financiamento coletivo torna a concretização desse sonho possível”, conta Minna Miná.

Disponível na plataforma desde o dia 7 de agosto, “Onde a gaivota fazem seus ninhos” já arrecadou R$ 22.698 mil, 86% de sua meta, valor que apenas cobre custos de impressão, envio e produção de recompensas. Até agora, o projeto conta com 350 apoiadores, que escolhem entre recompensas como o livro impresso, cartões postais, marcadores de livro, desenhos originais e quadros emoldurados de exposições. 

A poucos dias do fim do financiamento, entretanto, a impressão do livro ainda não está garantida. Isso porque o projeto, disponível apenas até o dia 6 de outubro, faz parte da modalidade "Tudo ou Nada" da plataforma Catarse: se a quantia total não for arrecadada nos próximos dias, o dinheiro de todos que já contribuíram será devolvido.

Sobre a autora

A paraibana Minna Miná, de 23 anos, é formada em Comunicação em Mídias Digitais pela UFPB e adora desenhar desde criança. Seu exercício constante na arte resultou no aperfeiçoamento das técnicas e na criação de um estilo característico, o dos personagens estranhos de pescoços alongados. 

Aos 18 anos, Minna desenvolveu a exposição "As Pequenas Coisas d’Amélie Poulain" para a galeria Louro e Canela, em João Pessoa, e foi um sucesso de público. Em maio de 2014, foi contemplada pelo edital Expo-Sesc e "À Espera no Campo de Centeio", sua segunda exposição, foi exposta com apoio do Sesc e ainda passou pela Galeria Louro e Canela, Energisa, Espaço Cultural José Lins do Rêgo e Colégio Marista Pio X. Ela também desenvolve trabalhos de design e ilustração para eventos culturais, capas de livros e ilustrações para a Editora Abril. 


Portal Correio

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.