Orquestra Sinfônica da Paraíba apresenta concerto com participação de clarinetista espanhol

O 12º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica da Paraíba, que é um dos destaques da programação de abertura do 2º Encontro Paraibano de Clarinetistas, terá a participação do espanhol Juan Ferrer, músico que desenvolve um trabalho pedagógico com alunos de todo o mundo e de universidades da Colômbia, Brasil, Portugal, Argentina e Espanha, e que recentemente foi convidado a participar como professor de clarinete da Orquestra Simon Bolivar. Com regência do maestro Luiz Carlos Durier, regente titular da OSPB, o concerto será realizado nesta quinta-feira (21), às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural. Os ingressos custam R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia).
O Encontro Paraibano de Clarinetistas é realizado pelo Departamento de Música do Centro de Comunicação, Turismo e Artes da Universidade Federal da Paraíba (CCTA/UFPB), com apoio da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), e acontece de 21 a 24 deste mês, em três ambientes da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc): Sala de Concertos Maestro José Siqueira, Sala de Coros e Escola Estadual de Música Anthenor Navarro. Da programação constam masterclasses, aulas coletivas e individuais, concertos, recitais, exposições, mesas redondas e palestras.
Com regência do maestro Luiz Carlos Durier e participação do clarinetista espanhol Juan Ferrer como solista, o concerto terá um programa composto por obras de Sergei Prokofiev, Carl Maria Von Weber e Alexander Borodin. A primeira a ser executada será “Abertura sobre Temas Hebreus, Op. 34”, do russo Sergei Prokofiev (1891-1953), um dos compositores mais celebrados do século XX e mais conhecido por obras como o balé Romeu e Julieta, as óperas O Amor das Três Laranjas e Guerra e Paz, a composição infantil Pedro e o Lobo e duas trilhas sonoras para filmes de Sergei Eisenstein.
O clarinetista Juan Ferrer sobe ao palco em seguida para participar, como solista, do “Concerto para Clarinete n. 2 em Mi Bemol Maior, Op. 74”, do músico alemão Carl Maria Von Weber (1786 – 1826), um dos primeiros compositores significantes da Era Romântica. Carl Maria von Weber foi um pioneiro do drama musical alemão e a ele se deve a criação de Der Freischütz (O Franco-Atirador), a primeira ópera romântica alemã. Destacou-se como pianista, violinista e teórico do Romantismo. Mais tarde teve predileção pelo clarinete e pela trompa.
O concerto será encerrado com a execução da “Sinfonia n. 2 em Si Menor”, de Alexander Borodin (1833 – 1887), compositor e pianista russo que era formado em Medicina e dedicou-se à Química, escrevendo tratados científicos e fazendo muitas descobertas. Apesar de se considerar apenas “um compositor aos domingos”, Borodin escreveu numerosas peças para piano, melodias e música de câmara, entre outros, tendo a ópera O Príncipe Igor como a sua mais importante.
Solista
Juan Ferrer (Montserrat, Valencia, 1968) é um dos clarinetistas espanhóis mais versáteis e ativos, e o primeiro espanhol a ser júri do prestigiado Concurso Tchaikovsky de Moscou e do Concurso de Ghent, na Bélgica, onde também ofereceu masterclasses e recitais. Pelo seu trabalho pedagógico desenvolvido com alunos de todo o mundo e de universidades da Colômbia, Brasil, Portugal, Argentina e Espanha, foi recentemente convidado a participar como professor de clarinete da Orquestra Simon Bolivar.
Artista da marca Buffet Crampon e Vandoren (Paris), Ferrer forma parte da OSG como clarinete principal desde 1994, onde sua atividade como intérprete o levou a oferecer concertos por toda Espanha, Europa e América, tanto como solista como em recitais. Tem sido frequentemente convidado pela Orquestra da Rádio Leipzig, Orquestra do Liceu de Barcelona, do Palácio das Artes de Valência, Orquestra Nacional de Cataluña, Orquestra da RTVE, entre outras.
Juan Ferrer centra seu trabalho pedagógico especialmente na Orquestra Jovem OSG, Orquestra Sinfônica Jovem de Euskadi e Sinfônica Nacional Jovem da Catalunya. Além disso, habitualmente ministra cursos na Espanha, França, Portugal, Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Bélgica, Rússia e no Encontro Internacional de Clarinetes da Argentina (Buenos Aires). Também participou como artista espanhol nas cinco edições da Academia Iberoamericana de Clarinete.
Acaba de gravar um disco com o pianista Daniel del Pino com obras que lhe foram dedicadas por compositores de renome internacional: Salvador Brotóns, Karolis Biveini, Octavio Vázquez, Vladimir Rosinskij e Juan Durán.
O clarinetista participou como professor do Encontro Internacional de Clarinete de Caracas e atuou como solista da Banda Sinfônica Simon Bolivar. Também participou do Encontro Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro e do Congresso Internacional de Clarinete do Rio de Janeiro. Foi membro do júri do Concurso Internacional de Clarinete de Ghent (Bélgica) e participou como solista e professor do Encontro Internacional do Rio de Janeiro, na Colombia (Universidade de Manizales) e na Costa Rica. Formou parte do júri do Concurso Tchaikovsky de Moscou.
Juan Ferrer iniciou seus estudos musicais na Sociedade Musical de Montserrat e continuou a estudar no Conservatório de Valência, onde obteve o título de professor de clarinete com notas máximas. Cursou o curso superior no Conservatório Joaquin Rodrigo de Valencia, também com notas máximas e menção honrosa por unanimidade no "Premio Fin de Carrera". Em fevereiro de 1993 foi selecionado pelo professor Yehuda Gilad e ganhou bolsa para estudar na Universidade do Sul da Califórnia (EUA).
Regente
Paraibano de João Pessoa, Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 17 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).
Como regente convidado conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Durier também regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. No ano de 2012, o maestro recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo desempenho profissional frente à OSPB.
Entre suas atividades, conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente e do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Com a OSPB e a OSJPB, esteve à frente de concertos com artistas populares como Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan.
Por dois anos consecutivos, Luiz Carlos Durier regeu a Orquestra Sinfônica da Paraíba e a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba em grandes concertos comemorativos ao aniversário da cidade de João Pessoa, com artistas paraibanos, que lotaram o Teatro Pedro do Reino, no Centro de Convenções. No dia 5 de agosto do ano passado, a apresentação teve como destaque o cantor e compositor Zé Ramalho, e neste ano, as atrações foram as cantoras Cátia de França e Nathalia Bellar.
Próximos concertos
A Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB) fará dois concertos no próximo mês de outubro: no dia 5, na Sala de concertos Maestro José Siqueira, e no dia 19, na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, dentro do projeto OSPB nos Bairros. Já a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) se apresenta na Sala de Concertos na próxima quinta-feira, 28 de setembro, e no dia 26 de outubro.

Serviço:
12º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica da Paraíba
Regente: Luiz Carlos Durier
Solista: Juan Ferrer (clarinete)
Dia: 21/09/2017 (quinta-feira)
Hora: 20h30
Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural
Ingresso: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia)

Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.