Nos EUA, BID diz que Centro de Cooperação coloca João Pessoa como cidade inteligente

Durante o encontro internacional de ‘cidades inovadoras e competitivas’, que aconteceu nesta quarta-feira (06) nos Estados Unidos, representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) apontaram a implantação do Centro de Cooperação de João Pessoa como um passo importante para consolidar a capital paraibana no rol das “cidades inteligentes”.

A ação, que prevê uma central integrada para o monitoramento dos principais problemas da cidade, é parte importante do plano ‘João Pessoa, Cidade Sustentável’, desenvolvido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) com o apoio do BID e da Caixa Econômica Federal para preparar o crescimento do município para os próximos 30 anos. 

Avaliado como um dos instrumentos mais modernos de gestão pública no mundo, o Centro de Cooperação, que será instalado no Centro Administrativo Municipal (CAM), vai permitir a integração de todo o serviço de vídeomonitoramento da cidade, acompanhando em tempo real as principais demandas da população. “Representantes de várias secretarias atuarão juntos para solucionar os problemas detectados, garantindo a coordenação, ainda mais eficiente, de áreas essenciais para a cidade”, disse o prefeito Luciano Cartaxo durante reunião com representantes do BID.

De acordo com Maurício Simon, diretor-executivo de competitividade, tecnologia e inovação do BID, o Centro de Cooperação será um espaço de integração, prevenção e de resposta proativa aos problemas apresentados. “Neste centro de cooperação é onde vão atuar as áreas de mobilidade, de segurança, de meio ambiente, a defesa civil e também o sistema de saúde, permitindo uma resposta ainda mais rápida do serviço de emergência”, assinalou. A experiência de implantação do Centro é resultado do intercâmbio com outras cidades, a exemplo de Santander, na Espanha, que recebeu a visita do prefeito Luciano Cartaxo em junho deste ano. 

Competitividade – A Prefeitura de João Pessoa participa do seminário ‘Rumo a cidades inovadoras e competitivas’, que reúne prefeitos e gestores públicos de toda América Latina. A capital paraibana foi convidada pela referência no planejamento a longo prazo e por ser a única cidade no Nordeste a integrar a rede de ‘Cidades Sustentáveis’ do Banco Interamericano.

Na última terça-feira (05), o prefeito Luciano Cartaxo concluiu a última etapa técnica de preparação para o convênio de U$ 100 milhões, que agora será submetido à Secretaria do Tesouro e ao Senado Federal. 

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.