Marmuthe destaca importancia de campanha contra a corrupçao no Brasil.

O vereador Marmuthe Cavalcanti (PSD) destaca neste sábado (16) a importância da campanha ‘Todos Juntos contra a Corrupção’, lançada esta semana a partir da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), que reúne mais de 70 órgãos e entidades em funcionamento no País. A iniciativa é um dos três pilares do Programa Nacional de Prevenção Primária à Corrupção (PNPPC), e conta com apoio do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

A campanha nacional ‘Todos Juntos contra a Corrupção’ tem como primeiro objetivo fomentar, nos mais diversos ambientes, reflexões sobre o tema da corrupção de forma qualificada, técnica e propositiva. São convidados a se engajar as universidades e escolas, as empresas e todas as instituições ligadas ao mercado e ao governo, com toda sua estrutura, em todas as esferas e níveis. Ou seja, pretende-se suscitar uma reflexão qualificada e abrangente sobre o tema, auxiliando no enfrentamento efetivo da corrupção.

“Em um momento extremamente difícil para a política brasileira, com uma sucessão de escândalos, denúncias, acusações e desconfiança envolvendo um grande número de políticos, é importante que a sociedade se mantenha informada, organizada e atuante. Mas do que nunca, é fundamental separar o joio do trigo na política. Daí a importância de iniciativas como esta campanha, que também deve contar com o apoio e participação da própria classe política”, disse Marmuthe.

Durante o lançamento da campanha, na última terça-feira (12), foi divulgado o edital de chamamento público que visa a selecionar e certificar iniciativas educacionais, já implementadas ou embrionárias, que tenham como objetivos a prevenção primária à corrupção, o fomento à integridade social e a educação para a cidadania. As propostas selecionadas serão disponibilizadas, no final de 2017, à sociedade, para livre consulta e replicação, em um banco de propostas acessível pela internet.

Além disso, será formada uma Rede Colaborativa, composta por empresas, órgãos governamentais, ONGs e universidades, que se identifiquem com o tema e que queiram apoiar e contribuir na execução, expansão, e fortalecimento das propostas de combate à corrupção. “É fundamental a participação de todos nesse grande movimento. O nosso povo precisa dizer não à corrupção; nas ruas, na internet e, principalmente, nas urnas! É preciso acreditar na mudança, na renovação dos valores éticos em favor da sociedade, começando pelas atitudes diárias de cada um”, avaliou Marmuthe. 
Compartilha via Whatsapp

Sobre Redação AgoraPB

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.