Curso sobre aproveitamento da pimenta e do abacaxi estará na programação da Ruralfest e Festa do Cordeiro

Agricultores familiares de Alagoa Grande, no Brejo paraibano,  participam nestas quinta e sexta-feira (31 e 1º) de cursos sobre transformação de alimentos envolvendo as culturas de abacaxi e  da pimenta. A ação faz parte da programação do 4º Ruralfest e 1ª Festa do Cordeiro, que vão até o próximo domingo (3), encerrando com a tradicional cavalgada, que chega à 17ª edição no município.
Entre os objetivos dos cursos ministrados pelas extensionistas sociais da Emater, Tereza Cristina Pereira Carvalho e Jacileide Andrade, está orientar e despertar as famílias agricultoras para a geração de trabalho e renda com o aproveitamento do abacaxi e da pimenta; incluir a mulher trabalhadora e o jovem rural no mercado de trabalho; organizar grupos de produção e a agregar valor aos produtos para garantir melhor comercialização; promover conhecimentos quanto aos aspectos higiênicos no preparo dos alimentos e formar multiplicadores em educação alimentar e nutricional.  A parte prática das capacitações envolve a fabricação de cocadas de abacaxi e licores e geléias de pimenta.
Comercialização – Consta da programação dos cursos, com duração de 16 horas/aulas, entre práticas e teóricas, cuidados com a manipulação de alimentos (higiene de equipamentos, de utensílios, local e embalagens), preparo das embalagens (processo de esterilização, tratamento térmico, engarrafamento e rotulagem e ornamentação). Este último em relação à pimenta, que já está sendo comercializada de forma comercial em Alagoa Grande.
Áreas plantadas com pimenta nas unidades técnicas demonstrativas em Alagoa Grande pelo extensionista da Emater Paulo Luís dos Santos estão servindo de modelo para os agricultores interessados nesse cultivo.
Ele informa que as famílias agricultoras que desejem cultivar a pimenta para o próprio consumo ou de forma comercial devem se dirigir ao escritório local da Emater, localizado na Rua Getúlio Vargas, no centro da cidade, onde receberão  orientações sobre todos os aspectos de cultivo, desde o preparo do solo até a comercialização.
Entre as espécies de pimenta mais cultivadas no município estão a malagueta, habanero, dedo de moça e de cheiro, sendo esta a mais comum.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.