Ricardo entrega mais de 100 laboratórios de agroecologia, instalações elétricas e energia solar para escolas estaduais

O governador Ricardo Coutinho entregou, nesta segunda-feira (7), 110 laboratórios de Ciências Aplicadas em Agroecologia, Instalações Elétricas e Energia Solar para as escolas da rede estadual de ensino. A entrega simbólica aconteceu durante o evento Educação Integrada ao Setor Produtivo, no auditório do Shopping Sebrae, em João Pessoa. Os laboratórios vão ampliar os conhecimentos dos estudantes das escolas estaduais, permitindo que eles trabalhem com conceitos de responsabilidade ambiental e social, economia, empreendedorismo, formando cidadãos mais preparados para o mercado de trabalho. Deputados estaduais e auxiliares do Governo estiveram presentes na solenidade.  

Inicialmente, 60 escolas estaduais de várias regiões vão ser contempladas com os laboratórios que representam quase R$ 800 mil de investimento. "Estamos dando continuidade ao processo de trazer para a educação pública a utilização no setor produtivo, porque se não for dessa forma a educação perde muito do seu sentido. Antes, o ensino médio era apenas uma passagem entre o fundamental e a universidade, hoje estamos agregando o ensino profissional ao ensino. Ao procurar mais conhecimento, a gente busca os arranjos produtivos locais que existem em cada região do Estado, por isso que agora estamos entregando 110 laboratórios que estimulam os alunos da rede estadual de ensino a terem essas noções básicas que serão fundamentais para eles", ressaltou o governador Ricardo Coutinho.

Ainda segundo o governador, 50 laboratórios de Instalações Elétricas, 50 de Energia Solar e 10 em Agroecologia serão distribuídos de acordo com as demandas de cada região. "A energia solar, por exemplo, é usada na agricultura, nas residências, pequenas indústrias, já a agroecologia tem uma demanda voltada para a produção agrícola e também há uma forte demanda para instalações elétricas. Isso fortalece o vínculo com as empresas porque estamos formando uma mão de obra qualificada para o mercado", pontuou.   

O secretário de Educação, Aléssio Trindade, explicou que o seminário visa mostrar a importância do diálogo entre a escola e o mundo, seja através do trabalho com a comunidade, seja com o setor produtivo. "Esse evento representa o alinhamento da aprendizagem dos alunos com aquilo que eles vão vivenciar no mercado de trabalho. Isso só é possível através de atividades práticas, por isso a entrega de laboratórios de ciências aplicadas que vão aproximar o aluno das demandas da região. Esse projeto integra a universidade com as escolas e as escolas com o mercado", disse.

A Escola Técnica de Bayeux foi contemplada com laboratórios de Instalações Elétricas e Energia Solar. O diretor Helton Fernandes falou sobre a satisfação de receber os laboratórios que irão beneficiar os estudantes da unidade de ensino. "Esses laboratórios vão ajudar no curso de mecânica, como também no laboratório de robótica, onde os estudantes poderão fazer a referência do laboratório com as instalações podendo fazer algumas programações e até mesmo construir redes elétricas para colaborar na parte pedagógica da escola. Mais de 300 alunos da escola serão beneficiados", afirmou.

"A educação é uma das prioridades desse Governo, que mostra ter um comprometimento efetivo com a qualidade estrutural e pedagógica das escolas. A gestão vem ligando o ensino ao setor produtivo de cada região e isso, consequentemente, vai gerar jovens mais qualificados para o mercado e desenvolvimento econômico para a Paraíba", observou o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Lindolfo Pires.

O secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, foi um dos palestrantes do evento e falou sobre o desenvolvimento da Paraíba. "A Paraíba é uma porta aberta para o desenvolvimento. Nos últimos anos, tivemos muitas melhorias na infraestrutura, na segurança hídrica, educação, enfim, evoluímos em várias áreas gerando mais desenvolvimento para o Estado. Este seminário é essencial para discutir o aperfeiçoamento do ensino profissionalizante integrado ao setor produtivo da região. Mostramos na palestra neste evento que o Estado vem sendo preparado para criar os caminhos para o desenvolvimento regional", ressaltou.

Cerca de 50 empresas compareceram ao seminário Educação Integrada ao Setor Produtivo. "A Paraíba dá mais um passo à frente, incentivando essa interligação da educação com o setor produtivo. O Governo do Estado pode contar com o Sebrae para as parcerias necessárias. Esse seminário é um momento rico para a elaboração de diretrizes para o nosso Estado", frisou o superintendente do Sebrae, Walter Aguiar.

"Temos como foco em nosso trabalho apoiar os estados nessa mudança que está sendo proposta para o ensino médio, trazendo o ensino técnico. O Itaú-BBA dá um auxílio técnico ao Governo na elaboração de propostas curriculares, também trazemos pessoas que possam ajudar na formação de professores, que possam abordar estudos e pesquisas na área, enfim, temos uma parceria muito boa com o Governo do Estado", falou a assessora de educação do Itaú-BBA, Ana Inoue.   


Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.