Mãe de Chorão recorre para ter de volta ajuda financeira que ganhava do filho, mas TJ nega

O Tribunal de Justiça de São Paulo negou, nesta quinta-feira (3), recurso movido pela mãe do cantor Chorão, morto em 2013, para que o filho do músico voltasse a repassar a ajuda financeira que o cantor dava à mãe. Com mais de 80 anos e cadeirante, Leonilda Zanoni Abrão vivia com a ajuda financeira do filho, que lhe mandava R$ 10 mil mensais e deu a ela um apartamento em Santos, no litoral paulista. Desde maio do ano passado, contudo, a Justiça paulista entendeu que o neto, herdeiro do cantor, não tinha a obrigação de ajudar a avó, já que Leonilda ainda tem outros três filhos.

Na decisão desta semana, a 6ª Câmara de Direito Privado do TJ manteve entendimento da primeira instância de que não há provas de que os outros filhos de Leonilda não tenham condições de sustentá-la. Atualmente, um dos três filhos cuida da mãe, outra filha mora no exterior e o terceiro é DJ. O advogado de Leonilda, Ricardo Amin Abrahão Nacle, contudo, diz que os filhos não têm condições financeiras de sustentar a mãe, que já sofreu AVC e tem muitas despesas médicas. Ele afirmou que vai recorrer ao STJ.
Em meio à disputa judicial, Leonilda não tem conseguido pagar as despesas do apartamento onde mora, e o imóvel já foi penhorado pela prefeitura de Santos. A reportagem ainda não localizou o filho do cantor Chorão para comentar a decisão judicial.

G1
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.