João Pessoa tem maior crescimento no índice de gestão da Firjan entre as Capitais do Nordeste

Destaque entre as nove Capitais do Nordeste, a Prefeitura de João Pessoa está sendo apontada como a que apresentou maior crescimento no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro e criado para permitir um maior controle da sociedade sobre os gastos públicos no país.

Apesar da grave crise econômica que o Brasil atravessa, o índice de gestão de João Pessoa subiu 39,3% entre 2013 e 2016, ultrapassando as cidades de Aracaju (14,3%), Salvador (11,5%), São Luís (6,22%) e Teresina (5,6%), que também registraram crescimento, e Recife, Natal, Fortaleza e Maceió, cujos números apresentam uma queda no IFGF.

O índice de gestão aponta João Pessoa também como a Capital do Nordeste com melhor situação em relação aos gastos com dívida pública. Tem baixo endividamento e, portanto, menor custo com despesas financeiras. Chega a alcançar uma nota próxima do máximo, com 0, 9454.

Segundo Luciano Cartaxo, o reconhecimento é fruto de um modelo de gestão por resultado que vem permitindo à Prefeitura enfrentar a crise com investimentos, responsabilidade fiscal e equilíbrio. “O mais importante é que estamos conseguindo, por meio de obras e ações em toda a cidade, transformar para melhor a vida das pessoas. Nosso trabalho só tem sentido se for para cuidar das pessoas, ofertando equipamentos e serviços públicos de qualidade, como creches, escolas em tempo integral, habitações, novas UPAs e unidades de saúde da família, além de espaços de convivência e lazer”, ressaltou.

O indicador varia de zero a 1 e leva em consideração um conjunto de informações oficiais que as prefeituras são obrigadas a fornecer à Secretaria do Tesouro Nacional. São cinco indicadores: receita própria; gastos com pessoal; investimentos; liquidez; e custo da dívida. Em 2013, primeiro ano da atual gestão municipal, João Pessoa tinha um IFGF de 0, 4153, mas fechou o ano de 2016 com 0, 5787.

Mais resultados - O desempenho de João Pessoa no índice da Firjan representa mais um reconhecimento externo do modelo de gestão por resultados implantado no município. Nos últimos dias, a Prefeitura de João Pessoa foi apontada pelo Conselho Federal de Administração como a melhor gestão da Paraíba e a segunda melhor das capitais do Nordeste, conforme ranking do Índice de Governança Municipal. No ano passado, já havia sido apontada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento como uma das melhores experiências de gestão por resultados da América Latina.

Além disso, o Sebrae já havia apontado Luciano Cartaxo como prefeito empreendedor. Em paralelo, a Revista Exame divulgou ranking elaborado pela consultoria Macroplan mostrando João Pessoa como a melhor Capital para se viver no Nordeste. E instituições como Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Controladoria Geral da União (CGU) a colocam entre as mais transparentes da Paraíba e do Brasil.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.