Enquanto racionamento não acaba, Campina ainda sofre com pouca água nas torneiras

Mesmo com as águas da transposição do Rio São Francisco chegando ao açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), Campina Grande não conseguiu se livrar da rotina da falta de água. Os campinenses usam caixas d’água para economizar água enquanto o racionamento ainda segue até o dia 26 deste mês. 

Um dos problemas é a retirada de água ilegal pelos irrigantes e a falta de fiscalização. “Você tem hoje um rio perenizado, mas as pessoas não têm consciência que não se pode fazer nenhuma intervenção”, disse o especialista em recursos hídricos, Isnaldo Cândido.

Nessa segunda-feira (07), o açude registrou o volume de 7,89% da capacidade total, e pode chegar aos 8,2% em aproximadamente 20 dias.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.