UNINASSAU se prepara para o II Chefinho Azul

Depois da experiência em fazer o próprio brigadeiro, crianças e adolescentes com autismo se preparam para mais uma edição do Chefinho Azul. O evento está marcado para o dia 17, na UNINASSAU de João Pessoa, onde uma turma, que faz parte da Associação de Pais, Amigos e Simpatizantes do Autismo (ASAS), terá a oportunidade de fazer salgados de queijo ao lado do coordenador e alunos do curso de Gastronomia da instituição.

O projeto faz parte das ações de Responsabilidade Social que em parceria com o curso de Gastronomia vem realizando importantes trabalhos junto à comunidade. “A nossa proposta é de sempre integrar a comunidade acadêmica com a sociedade, buscando a inclusão social e a promoção de oportunidades. Através desses trabalhos estamos tendo êxito nas nossas propostas”, destacou a auxiliar de Responsabilidade Social, Vanessa Firmino.

Para o coordenador do curso de Gastronomia, Filipe Tavares, essa é uma experiência de inclusão social fantástica. “É muito bom poder contribuir para a inclusão social dessas crianças e adolescentes com autismo, proporcionando para elas uma experiência enriquecedora e capaz de dar maior autonomia em suas vidas”, destacou Filipe Tavares.

A ação tem sido bastante elogiada pelas mães das pessoas com autismo da ASAS, que desde a primeira edição do evento ficaram satisfeitas com essa parceria. “A UNINASSAU foi a primeira universidade a nos procurar para fazer uma ação social e temos 9 anos de atuação. O professor Filipe foi um fofo. Ele preparou todas as alunas de uma forma muito especial, elas tiveram calma, paciência, porque alguns tiveram resistência ao toque na oficina de brigadeiros. Para nós, como mães, esses gestos não tem preço”, destacou Sara Farias, que é diretora financeira da ASAS e mãe de Pedro Henrique, de 12 anos, diagnosticado aos 2 anos de idade.

O Chefinho Azul é totalmente gratuito e vai acontecer entre as 14h e 16h, no laboratório de Gastronomia da UNINASSAU de João Pessoa, localizada na Avenida Epitácio Pessoa 1201, no Bairro dos Estados. Serão 30 crianças e adolescentes entre 06 e 17 anos que vão participar dessa ação.

Sobre a ASAS
A Associação de Pais, Amigos e Simpatizantes do Autismo, ASAS, foi fundada há 9 anos, por 13 pais que sentiram dificuldades em encontrar informações e serviços para seus filhos diagnosticados com autismo. A ASAS é sem fins lucrativos e se mantém com a venda de produtos do Bazar, além de contar com o apoio de cada um dos pais que ajudam como podem. A associação oferece serviços de Pedagogia, Psicopedagogia e três terapias que são consideradas as melhores para pessoas com autismo: ABA, TEACCH, PECS. Segundo Sara Farias, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos demonstra que a cada 65 crianças que nascem 1 é autista. A associação está localizada na Av. Vasco da Gama, 1033, em Jaguaribe. 

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.