Prefeitura de João Pessoa investe em profissionais, estrutura e amplia atendimento nas UPAs

Com três Unidades de Pronto Atendimento (UPA) em funcionamento e mais uma em construção, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) garante a cobertura total da população da Capital, 801 mil habitantes, por este serviço de saúde. Contudo, com o volume de mais de 131 mil atendimentos, realizados somente no primeiro semestre de 2017, o serviço também é procurado por moradores de outros municípios, como Bayeux, Santa Rita, Conde, Alhandra e Caaporã, localizados na Região Mertropolitana.

As informações são dos gestores das UPAs da Capital. As unidades são todas do porte 2 e o Ministério da Saúde preconiza o mínimo de quatro médicos e 11 leitos para cada unidade. Nas três unidades em funcionamento, são 15 leitos para receber os pacientes, que podem ficar no local por até 24 horas.

Além desse suporte de quatro leitos a mais em cada unidade, as UPAs Oceania (Manaíra) e Augusto Almeida Filho (Cruz das Armas) contam com reforço na equipe médica. Na primeira, são cinco profissionais, sendo um a mais do que o recomendado pelo Ministério da Saúde. Já em Cruz das Armas, são dois médicos, sendo um pediatra, contratados com recursos da Prefeitura Municipal de João Pessoa.

“Com esses médicos a mais, nós ampliamos a capacidade de atendimento, incluindo as pessoas que vêm dos outros municípios, muitos que também têm UPA, mas que por algum motivo não prestaram o atendimento necessário”, frisou a gerente administrativa da UPA de Cruz das Armas, Zélia Costa. Desde que a unidade foi inaugurada, em 28 de dezembro de 2016, realizou 44.535 atendimentos.

Entre os pacientes atendidos está Nickollas Castiel, de oito meses, que pela primeira vez esteve na unidade em decorrência de uma crise respiratória. Ao ver o estado do filho, Jardiele Silva não pensou duas vezes em levar o bebê a Unidade de Pronto Atendimento, que fica a poucos minutos da casa onde a família mora, no bairro de Oitizeiro.

“O atendimento foi ótimo e, como é perto da minha, casa a gente fica tranquilo se tiver qualquer urgência. Foi a primeira vez que vim e fiquei surpresa com o atendimento”, disse a dona de casa.

Estrutura – A UPA é um estabelecimento de saúde de complexidade intermediária, que fica entre a Unidade de Saúde da Família (USF) e a rede hospitalar. O local tem como perfil atender urgências clínicas e pediátricas, funcionando 24 horas ao dia, incluindo feriados e finais de semana.

Para isso, possuem equipes formadas por médicos clínicos gerais e pediatras, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos, assistentes sociais, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia, maqueiros, recepcionistas, auxiliares administrativos e serviços gerais.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.