Prefeito interino anuncia auditoria e não descarta mudanças em Bayeux

O prefeito interino de Bayeux, Luiz Antônio (PSDB), disse, nesta sexta-feira (7), que pretende fazer uma auditoria nas contas da prefeitura, mas descartou qualquer tipo de “caça às bruxas” na gestão. O gestor tomou posse nessa quinta-feira (6), após o afastamento de Berg Lima (Podemos) por suposta cobrança de propina a um empresário da cidade. 

Leia também: 'Berg agia sem cúmplices', diz delegado; polícia apura quem seria 'Emerson de Santa Rita'

Dentre as primeiras medidas à frente da gestão, Luiz Antônio disse ter determinado a redução do seu salário e dos secretários, além da devolução de alguns cargos da gestão. Ele revelou que a auditoria será feita em parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e pretende fazer com que a máquina administrativa possa funcionar.

O prefeito disse também que o momento é de muita dificuldade e por isso vai precisar da ajuda de todos para governar a cidade. Segundo ele, a descrença da população é grande. “Quero fazer um chamamento à população de Bayeux para esquecer o político Luiz Antônio e olhe para o administrativo. Vamos garantir pelo menos, o feijão com arroz, pois não está fácil pra ninguém”, afirmou.

Relação com Berg

Questionado como se dava a sua participação no mandato de Berg Lima, Luiz Antônio disse que até os primeiros 60 dias da gestão pôde contribuir, mas de lá pra cá, não era ouvido pelo prefeito afastado. 

Ele também revelou que não havia emplacado nenhum cargo no 1º e 2º escalões. “Não fomos chamados à pautar a gestão, nossa participação se resumiu à época da campanha, com alguns compromissos de campanha”, comentou.

Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.