Polícia prende homem suspeito de matar mulher e esconder corpo embaixo da cama em Mangabeira

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) da Capital, prendeu, na manhã desta sexta-feira (30), o catador de materiais recicláveis Nilson Alves Neto, 45 anos, suspeito do assassinato de Norma Célia da Silva Rosas, 56 anos. O corpo dela foi encontrado embaixo da cama em uma residência, no bairro de Mangabeira, no dia 20 de junho.

De acordo com o delegado Reinaldo Nóbrega, o suspeito estava  com um pedido de mandado de prisão em aberto e ao comparecer à Delegacia de Homicídios, após ser intimado, teve a ordem judicial cumprida. Em depoimento, Nilson confessou o crime e disse que matou Norma Célia estrangulada para depois roubá-la. “Quando o interrogamos, o suspeito disse que tinha cometido o crime e que tinha escrito um bilhete em nome da vítima e deixado no local, para simular um caso de suicídio. Além disso, Nilson Alves disse que tinha tido pouco contato com Norma Célia e que no dia 19 de junho tinha sido convidado por ela para fazer uma visita. Ao chegar na casa da vítima, ele visualizou alguns pertences e como estava com algumas dívidas decidiu pelo assassinato e roubar as peças da residência”, disse a autoridade policial.

Câmeras de segurança, localizadas próximo à casa da vítima, flagraram o suspeito com um carrinho de mão (local onde ele colocou os materiais roubados). Nilson Alves foi encaminhado para o Instituto de Polícia Científica (IPC) para realizar exame de corpo delito e em seguida será submetido para audiência de custódia. Ele vai responder pelo crime de latrocínio.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.