Messi, Suaréz e Piqué se unem para convencer Neymar a ficar no Barcelona

Lá se vai uma semana desde que os rumores de uma possível transferência de Neymar para o PSG tomaram conta do noticiário esportivo. Desde então, uma série de informações indicavam que o atacante brasileiro estaria de malas prontas para a França. Porém, ao que parece, o caso pode ter uma reviravolta. E ela ocorreu com o ativismo de Messi e Suárez, companheiros de Neymar no trio MSN. 
De acordo com o diário Sport, da Catalunha, uma grande ofensiva aconteceu no fim de semana, nos bastidores da viagem do Barcelona aos Estados Unidos, para convencer Neymar a permanecer no clube.

Tudo começou na sexta-feira (21). Com a possibilidade real de Neymar se transferir para o Paris Saint-Germain, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, acionou dirigentes, integrantes da comissão técnica e, sobretudo, os líderes do elenco para dobrar Neymar.

O alerta de Bartolomeu chegou aos ouvidos de Lionel Messi e Luiz Suárez no que a imprensa espanhola tem chamado de “momento chave” para um desfecho positivo da negociação. O dirigente praticamente ordenou para que os companheiros de Neymar entrassem em cena.

Na madrugada de sábado, Messi e Suárez teriam tido uma conversa reservada com Neymar no hotel em que a equipe está hospedada, em Nova Jersey, nos Estados Unidos. A persuasão dos companheiros de Neymar se baseou no bom ambiente da equipe além dos resultados em campo. “Não pode nos deixar agora”, teriam dito Messi e Suárez para Neymar.

De acordo com o Sport, o carinho e o cuidado da dupla tocaram Neymar, que nutre respeito e admiração pelos companheiros sul-americanos, mais velhos e experientes do que o brasileiro. Horas depois, porém, quando a situação parecia controlada, uma reunião com o pai de Neymar caiu como um balde de água fria no otimismo blaugrana. Segundo a publicação catalã, a frieza do pai do atacante mostrou que o jogo seguiria aberto.

Em campo, Neymar não tomou conhecimento das negociações e marcou os dois gols da vitória do Barcelona sobre a Juventus (2 a 1), em amistoso realizado na tarde de sábado, no MetLife Stadium, em Nova Jersey. Foi então a vez de Gerard Piqué, outro líder do time, tentar convencer Neymar.

Após a partida, o zagueiro aproveitou a folga com o brasileiro e seus “parças” em um bar de Manhattan. Também estiveram presentes Douglas, Munir, Arda Turnan e pai de Neymar. Na ocasião, Piqué usou as redes sociais para dar o sinal mais claro até então de que Neymar está tentado a seguir na Espanha. “Se queda”, ou simplesmente, “fica”, escreveu Piqué, na tradução para o português, em uma foto postada por ele no Instagram.

A publicação de Piqué deu novo ânimo à direção do Barcelona, que acredita estar próxima de convencer Neymar a permanecer no clube. Contudo, o “fico” de Neymar só será dado como certo quando o atacante se manifestar, o que ainda não aconteceu.

A proposta do PSG está na mesa de negociações. O clube francês teria aceitado pagar a multa rescisória de 222 milhões de euros (cerca de R$ 809 milhões) e ainda daria ao brasileiro o maior salário do futebol internacional, passando dos atuais 15 milhões de euros recebidos por ele na Espanha para 40 milhões de euros por ano (cerca de R$ 148 milhões). A oferta é a mesma feita pelo PSG há um ano atrás, quando o estafe do jogador optou pela permanência de Neymar em Barcelona.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.