Luciano Cartaxo: “Precisamos renovar a política, mas principalmente inovar na gestão pública”

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, recebeu nesta sexta-feira (28), durante o II Fórum Paraibano de Gestão Pública, em Campina Grande, o prêmio de melhor gestão da Paraíba e segundo melhor entre as capitais do Nordeste, à frente de Recife, Natal, Salvador, Aracaju, Maceió, Teresina e São Luís. O prêmio é um reconhecimento por ter atingido um elevado Índice de Governança Municipal (IGM), indicador de eficiência pública lançado nacionalmente pelo Conselho Federal de Administração (CFA) em parceria com os conselhos regionais de Administração (CRAs), que promovem o fórum.

A gestão de João Pessoa vem recebendo o reconhecimento de qualidade em diversas áreas por meio de rankings e prêmios, inclusive internacionais. No ano passado, a criação do escritório de projetos, com adoção de um sistema de metas e acompanhamento das ações, foi apontada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), durante solenidade no México, como uma das melhores experiências de gestão por resultados da América Latina.

O Sebrae já havia reconhecido Luciano Cartaxo como prefeito empreendedor em função do trabalho realizado no Banco Cidadão e do projeto Sereias da Penha. Em paralelo, a Revista Exame divulgou ranking elaborado pela consultoria Macroplan mostrando João Pessoa como a melhor capital para se viver no Nordeste. E instituições como Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Controladoria Geral da União (CGU) a colocam entre as mais transparentes da Paraíba e do Brasil.

“Renovar a política é fundamental, e esta crise está nos mostrando isso. Mas ela nos mostra também que é fundamental inovar na gestão pública para cuidar e transformar a vida das pessoas”, defendeu Luciano, durante solenidade de entrega do prêmio. “Estamos todos desafiados a olhar para a gestão com uma visão de futuro, renovando métodos, adotando novas práticas e novos processos administrativos que produzam resultados. Não podemos mais governar como se fazia no passado e como alguns teimam em seguir fazendo no presente, sem planejamento, sem metas a cumprir, sem promover o engajamento da equipe, sem monitoramento”, acrescentou.

O Índice de Governança Municipal foi elaborado a partir de um conjunto amplo de indicadores, tais como gastos e finanças públicas, desempenho em áreas como saúde, educação, planejamento urbano, articulação institucional, habitação e gestão de recursos humanos. João Pessoa assumiu o topo, entre as dez melhores cidades paraibanas em termos de gestão, tendo em segundo lugar Cabedelo, depois Patos, Bernardino Batista, Uiraúna, Campina Grande, Sumé, Prata, Poço de José de Moura e Conde.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.