JP e CG sediam evento global de startups desenvolvidas por mulheres

João Pessoa e Campina Grande sediam o Startup Weekend Women (SW Women), evento global voltado para o empreendedorismo feminino. Apesar de o foco ser as mulheres, homens também podem participar. As inscrições devem ser feitas pela internet. Na Capital, o evento acontece a partir desta sexta (7), até o domingo (9), enquanto na Rainha da Borborema a programação será de 16 a 18. Comente no fim da matéria.

Em formato semelhante ao responsável por lançar grandes startups, o evento pretende capacitar empreendedores, ensinando maneiras acessíveis de conceituar, testar e lançar um produto ou serviço viável no mercado. A ação é realizada por organizadores locais e facilitadores de fora do estado.

Durante o SW Women, um grupo de indivíduos se encontra para compartilhar ideias. A experimentação é intensa e não existe hierarquia. É uma oportunidade para iniciar e lançar uma startup.

“Trata-se de aprender a viabilizar um negócio. Os participantes embarcam em um processo de interação para validar uma ideia e até criação de protótipos para apresentar aos jurados”, explica Denise Lemos, da equipe de organização que trouxe a primeira SW Women do Brasil, na Paraíba em 2014. Sua experiência inclui a participação na SW Education em Recife e da SW em João Pessoa. Ela também atuou como mentora da SW nas edições 2015 e 2016 em Campina Grande.

A iniciativa conta com facilitadores que agem de forma remota e, no evento, são o elo entre organização, participantes, mentores e jurados. Para Victoria Mutran, facilitadora do evento em Campina Grande, o Projeto Women tem contribuído para o aumento da participação feminina em nos Startup Weekend temáticos. “No SW Smart Cities São Paulo, que facilitei em maio, já houve um aumento. Cerca de 40% do público era composto por mulheres”, ressaltou.

Victoria também acumula experiência. O primeiro evento que organizou foi um Startup Weekend em um barco em Belém, cuja orientação era criar soluções inovadoras para a comunidade ribeirinha.  Além disso, já facilitou o SW Women em Belém (2015) e São Paulo (2016). “A SW Women contribui para fomentar líderes na própria comunidade. Em Campina Grande, minha tarefa será garantir que todos as participantes tenham uma experiência transformadora”, diz.

Portal Correio
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.