Hospital de Trauma e Hemocentro realizam campanha de doação de sangue

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou, nesta terça-feira (11), a campanha de doação de sangue em parceria com o Hemocentro-PB. O objetivo foi aumentar o estoque de sangue na unidade de saúde. O posto de coleta funcionou no estacionamento da recepção administrativa e contou com várias participações de colaboradores e acompanhantes da instituição.
Segundo a assistente social do Hemocentro, Glória Quieroz, a parceria com unidade de saúde é muito importante. “Estamos juntos com o Hospital de Trauma há bastante tempo e a parceria é muito valiosa, pois ajuda a divulgar nosso trabalho. Faço só o apelo para que aumente o nível de consciência dos paraibanos para se tornarem doadores voluntários. Sempre estamos precisando de doação”, frisou.    
Para acompanhante de um paciente interno na unidade, Raniele Cardoso, a doação faz toda diferença. “A primeira vez que doei quis seguir o exemplo do meu pai, que já era um doador. E agora meu lema é fazer alguma coisa por alguém, nem que seja para beneficiar apenas uma pessoa, tenho certeza que este gesto faz toda diferença”, comentou.
Os colaboradores do Hospital de Trauma também fizeram sua parte, como a auxiliar administrativa, Edlanny Gomes, que doou pela primeira vez. “Sempre achei nobre a atitude e hoje fui tocada a ajudar, pois acredito que temos propósitos na vida e poder ajudar o próximo doando sangue, me deixou muito feliz. Farei outras vezes”, comemorou.
Há pessoa que começam a doar porque alguém próximo precisou. Este é o caso do colaborador Danilo de Oliveira. “Comecei a ser doador por causa de um amigo que precisou, após um acidente de moto. Desde então, continuo doando e é muito gratificante ajudar o próximo e fazer uma boa ação”, disse. O funcionário Wagner Moreira, que trabalha no setor de Serviço de Arquivo Médico e Estatística (Same), descreveu o ato de doar como transformar algo pequeno em grande.
Para doar é preciso apresentar um documento de identificação com foto, ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50kg. Não é necessário estar em jejum, mas é preciso evitar alimentos gordurosos até três horas antes da doação.
A coleta dura no máximo 10 minutos e é feita por profissionais treinados do Hemocentro. Todo o material utilizado é estéril e descartável. No fim, o voluntário recebe um lanche e informações sobre os cuidados básicos que devem ser tomados nas primeiras horas.

Secom
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.