UPAs de João Pessoa já realizaram 131 mil atendimentos este ano

As unidades de pronto atendimento de João Pessoa já realizaram 131 mil atendimentos este ano, o que corresponde a uma média de 793 pessoas acolhidas diariamente nas UPAs Oceania (em Manaíra), Célio Pires de Sá (no Valentina Figueiredo) e Augusto Almeida Filho (em Cruz das Armas).

Esse número de atendimentos nas UPAs da Capital representa um aumento de, aproximadamente, 15% em relação ao primeiro semestre do ano passado, quando a UPA de Cruz das Armas ainda não estava em funcionamento. De janeiro até junho de 2016, foram realizados cerca de 114 mil acolhimentos nos serviços de pronto atendimento.

A abertura da unidade no bairro de Cruz das Armas, em dezembro do ano passado, proporcionou um atendimento mais rápido para a população da Zona Oeste, além de desafogar os outros serviços de urgência e emergência da Capital.

No início deste ano, o prefeito Luciano Cartaxo assinou a ordem de serviço de mais uma UPA para os moradores de João Pessoa. Dessa vez, no bairro dos Bancários. Com a nova unidade, os serviços de pronto atendimento cobrirão uma população de 800 mil pessoas.

“Com a UPA em construção somando-se às UPAs já em funcionamento, a população de João Pessoa terá uma cobertura de 100% de urgência e emergência, distribuída em pontos estratégicos da cidade”, comenta Adalberto Fulgêncio, secretário municipal de Saúde.

Estrutura – A UPA é um estabelecimento de saúde de complexidade intermediária, que fica entre a Unidade de Saúde da Família (USF) e a rede hospitalar. O local tem como perfil atender urgências clínicas e pediátricas, funcionando 24 horas ao dia, incluindo feriados e finais de semana.

Para isso, possuem equipes formadas por médicos clínicos gerais e pediatras, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos, assistentes sociais, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia, maqueiros, recepcionistas, auxiliares administrativos e serviços gerais.

A estrutura das unidades conta com leitos de sala vermelha (para pacientes em estado grave), sala amarela (cuidados intermediários), pediatria e isolamento, além de consultórios para médicos clínicos e pediátricos; salas para classificação de risco, raio x, medicação e inalação; laboratório de análises clínicas, farmácia, central de material e esterilização, almoxarifado e base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).


Secom JP
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.