Jutay é autor de projeto que prevê isenção de taxas em concursos públicos para doador de sangue

O deputado estadual Jutay Meneses (PRB) aproveitou o Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado nesta quarta-feira, 14 de junho, para reafirmar sua defesa e o incentivo à doação. O parlamentar é autor do projeto de Lei nº 1117/16, que prevê a isenção de taxas de inscrição em concursos públicos e em processos seletivos em instituições de ensino superior no Estado, das pessoas que forem doadoras de sangue.

“O projeto nasceu com a finalidade de ampliar o número de doadores de sangue na Paraíba, já que é considerado insuficiente. O estímulo a essa prática pode fazer com que mais pessoas tornem-se doadoras e possamos assim, ajudar a salvar vidas”, explicou o deputado.

De acordo com o deputado, o projeto de Lei nº 1117/16 contempla os doadores de sangue ou de medula óssea, que realizaram a doação no período de até seis meses anteriores à data da inscrição no referido concurso ou processo seletivo. Para tanto, os interessados devem comprovar com a documentação expedida pela unidade coletora, que deve ser cadastrada junto a um órgão oficial ou entidade credenciada pela União, por Estado ou por Município.

Jutay Meneses, que é doador regular de sangue, lembrou que além da criação de leis que possam incentivar o aumento no número de doadores, ele também atua junto com o PRB, que preside no Estado, para realizar campanhas de incentivo. “No último fim de semana, os jovens e as mulheres do partido realizaram uma grande ação de doação de sangue. Precisamos mobilizar ainda mais paraibanos para realizarem esse ato de amor e que pode salvar diversas vidas”, relatou.

Quem pode doar sangue – Para ser um doador, é necessário ter idade entre 16 e 69 anos, pesar acima de 50 quilos, ter dormido pelo menos seis horas na última noite, estar alimentado, não ter tido hepatite após os 11 anos, estar com boa saúde, não ter ingerido bebida alcóolica nas últimas 12 horas, não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis, não estar grávida ou em período de amamentação e respeitar o intervalo entre as doações, que devem ser de dois meses para homens e três meses para mulheres.

Assesoria
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.