Ex-ministro dispensa testemunhas em processo da Lava Jato

Doze testemunhas indicadas pelo ex-ministro Antonio Palocci não precisarão mais depor ao juiz Sergio Moro no processo sobre aquisição de terreno da Odebrecht para o Instituto Lula e, ainda, sobre o aluguel de apartamento vizinho ao ex-presidente, em São Bernardo (SP).

A convocação havia sido feita por Palocci em processo em que responde com Lula.

Entre as testemunhas dispensadas estão o ex-ministro José Eduardo Cardoso, senadores e até o empresário Jorge Gerdau Johannpeter, entre outros, noticiou o jornal O Globo.

Paraíba Online
Compartilha via Whatsapp

Sobre Hugo Freitas

O AGORAPB O SEU PORTAL DE NOTÍCIAS
    Comentário via Blogger
    Comentário via facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os leitores que quiserem fazer algum comentário, devem estar logados no facebook, clicar em Like e escrever na caixa de texto que se abrirá automaticamente.